Reflexões sobre a dimensão social da música entre os jovens

  • Maria da Graça Jacintho Setton Universidade de São Paulo
Palavras-chave: música, comunicação, socialização, jovem.

Resumo

O artigo tem como objetivo refletir sobre alguns aspectos da socialização do jovem a partir da linguagem musical. A proposta é destacar a dimensão de integração desta linguagem, bem como sua capacidade de construir identidades. Tomar os produtos culturais, neste caso a música – em sua dimensão social –, é considerá-los como elos entre o indivíduo e a sociedade; é resgatá-los na qualidade de instrumentos de comunicação entre o universo de nossas subjetividades
e o universo objetivo da realidade material que nos rodeia. Assim sendo, tem o poder de exercer em nós uma força socializadora. Em outras palavras, considerar a música a
partir da perspectiva sociológica é trabalhar o potencial desta linguagem na construção e mediação de códigos e significados de um coletivo e seu poder de constituição de nossa subjetividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria da Graça Jacintho Setton, Universidade de São Paulo
Pós-Doutorada pela École des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França, e pela Universidade de São Paulo, onde se doutorou em Sociologia e é professora do curso de Pedagogia, Licenciatura e do Programa de Pós-Graduação da FE-USP. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia da Educação e Sociologia da Cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: socialização, escola, mídia, religião e família.
Publicado
2009-04-30
Como Citar
Setton, M. (2009). Reflexões sobre a dimensão social da música entre os jovens. Comunicação & Educação, 14(1), 15-22. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v14i1p15-22
Seção
Artigos Nacionais