Projetos experimentais, projetos integrados e agências experimentais: novas práticas pedagógicas no ensino de comunicação

Autores

  • Márcia Perencin Tondato Escola Superior de Propaganda e Marketing – ESPM-SP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v15i2p115-123

Palavras-chave:

ensino em comunicação, projetos experimentais, projetos integrados, agências experimentais.

Resumo

O ensino da comunicação tem exigências oriundas da dinâmica do desenvolvimento tecnológico e intersecção sujeito-objeto de estudo. Aqui apresentamos algumas estratégias de práticas no
ensino de comunicação e discussão sobre como estas práticas colaboram para o desenvolvimento do espírito investigativo
dos alunos de graduação, incentivando-os à iniciação científi ca. Em caráter curricular, relacionamos os projetos experimentais e integrados, que promovem a reflexão teórica e a problematização da prática, na medida em que buscam, pelo método científico, soluções inovadoras e criativas para problemas de empresas reais. Em caráter extracurricular, temos as atividades da agência experimental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Perencin Tondato, Escola Superior de Propaganda e Marketing – ESPM-SP

Doutora em Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Professora do Programa de Mestrado em Comunicação e Práticas de Consumo da Escola Superior de Propaganda e Marketing – ESPM-SP. Pesquisadora do Observatório  Iberoamericano de Ficción Televisiva – Obitel.

Downloads

Publicado

2010-08-30

Como Citar

Tondato, M. P. (2010). Projetos experimentais, projetos integrados e agências experimentais: novas práticas pedagógicas no ensino de comunicação. Comunicação & Educação, 15(2), 115-123. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v15i2p115-123

Edição

Seção

Experiência