Brinquedo, memória de uma sociedade

  • Josseline Ivette Cabanne Centro Uruguaio para o Desenvolvimento do Ser Humano (CEDESERH)
Palavras-chave: Brinquedo, símbolo, identidade cultural, objetos lúdicos do século XX.

Resumo

O brinquedo, carregado de conotação simbólica, reflete a identidade cultural de uma sociedade e consiste em um objeto
que pode desempenhar o papel de espelho social. Ao deter o olhar sobre os brinquedos, eles se ressignificam, despertando nos espectadores atuais diversos graus de apropriação e reinterpretação desses objetos. É fundamental que a sociedade tome consciência da importância desse patrimônio, levando
em conta sua fragilidade – já que ele pode se perder – e seu pertencimento – já que é de toda a sociedade. Para fortalecer e afiançar a identidade cultural, é importante o resgate de brinquedos e jogos da cultura ou, mais especificamente, da sociedade à qual pertencemos. Ao conhecer e brincar com
brinquedos e jogos de nossos pais e avós, reforçam-se complexas redes identitárias entre a criança, o adulto e sua comunidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josseline Ivette Cabanne, Centro Uruguaio para o Desenvolvimento do Ser Humano (CEDESERH)
Graduada em História, Cultura e Patrimônio. Professora pós-graduada em Educação Artística.
Integrante da equipe docente do “Postgrado: La expresión en Educación Inicial” no Instituto Uruguaio de Educação pela Arte. Autora de obras e artigos em publicações vinculadas à Educação Artística e Patrimônio. Integrante da equipe diretora do Centro Uruguaio para o Desenvolvimento do Ser Humano (CEDESERH).
Publicado
2012-06-30
Como Citar
Cabanne, J. (2012). Brinquedo, memória de uma sociedade. Comunicação & Educação, 17(1), 63-72. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v17i1p63-72
Seção
Artigos Internacionais