A violência escolar em matérias de jornal: um imaginário construído em Belém - PA

  • Livia Sousa da Silva UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ (UFPA)
  • Kátia Marly Leite Mendonça Universidade Federal do Pará
Palavras-chave: Violência Escolar, Mídia, Imaginário, Ética

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo investigar de que forma se constitui o imaginário da violência escolar no texto midiático. Ao proceder à análise de textos midiáticos impressos buscamos a compreensão dos constituintes imaginários subjacentes à ideia de violência escolar conformada nesses discursos. Por acreditar numa construção midiática perpassada de intencionalidades, que ao construir um imaginário para a violência estará influenciando opiniões e decisões, quer seja no foro particular ou da esfera pública; participando mesmo da construção da Violência Escolar como objeto de estudo, de atenção e de intervenção. Para tanto, julgamos importante conjugar estudos do campo da Sociologia da Comunicação e do Imaginário e da Hermenêutica Compreensivo-Dialógica. Como uma primeira incursão de investigação nessa arena de significações, expomos um prelúdio da tessitura de tal pesquisa. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Livia Sousa da Silva, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ (UFPA)
Possui graduação em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade do Estado do Pará (2008). Mestre em Educação, pela Universidade Federal do Pará (2012). Doutoranda em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Pará. Vinculada aos Grupos de Pesquisa: Educação, Cultura e Organização do Sujeito (ECOS/CNPQ) e Violência e Diálogo: investigações em torno da Sociologia da Ética (CNPQ/UFPA). Bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ).
Kátia Marly Leite Mendonça, Universidade Federal do Pará

Possui Bacharelado em Ciências Econômicas pela Fundação Armando Álvares Penteado (1980), mestrado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1988) e doutorado em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (1997). Pós-Doutorado em Ética na Universidad Pontificia Comillas(Madrid/Espanha-2007 e 2010). Atualmente é professor associado da Universidade Federal do Pará. Tem experiência na área de Sociologia com ênfase em Sociologia da Ética, atuando principalmente nos seguintes temas: ética, nao-violência, alteridade, violência e instituições. Coordenadora do Projeto de Extensão Universitária Peregrinos da Paz.Coordenadora do Projeto de Formação em Ética para o Diálogo/Programa Novos Talentos/CAPES na UFPA. Bolsista de Produtividade do CNPQ. http://ufpa.academia.edu/KATIAMENDONCA

 

Referências

Abramovay, Miriam et al (2002). ‘Escola e violência’. Brasília: UNESCO.

Abramovay, Miriam (2003). ‘Enfrentando a Violência nas Escolas: Um Informe do Brasil’. In: ______. (Coord.).Violência na escola: América Latina e Caribe – Brasília: UNESCO.

Baczko, Bronislaw. ‘Les Imaginaires sociaux’. Paris :Payot.1994.

Bakhtin, M. (2009). ‘Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem’. Trad. M. Lahud e Y. F. Vieira. 13. ed. São Paulo: Hucitec.

Barros, F. A. F. (2000). ‘A influência hermenêutica no atual referencial epistemológico da Sociologia’. Revista Sociologias, nº 3. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/sociologias/article/view/7034

Bezerra, L. M. P. S. (2011). ‘Sentidos da pobreza e do viver em territórios estigmatizados’. V Jornada Internacional de Políticas Públicas.

Castoriadis, C. (1982). ‘A Instituição Imaginária da Sociedade’. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Castro, Mary Garcia (2002). ‘O que dizem as pesquisas da Unesco sobre juventudes no Brasil: leituras singulares’. In: Novaes, Regina Reys; Porto, Marta; Henriques, Ricardo (Org.). Juventude, Cultura e Cidadania. Rio de Janeiro, v.21, Ed. Especial, p, 63-90.

Debarbieux, Éric; Blaya, Catherine (orgs) (2002).’Violência nas escolas: dez abordagens europeias’. Brasília: UNESCO.

Debord, Guy (1997). ‘A sociedade do espetáculo’. São Paulo: Contraponto.

Fante, Cleodelice (2005). ‘Subsídios teóricos as determinantes do comportamento agressivo/violento, velado ou explícito’. In: ______. Fenômeno bullying: como prevenir a violência nas escolas e educar para a paz. São Paulo: Verus.

Funk, Walter. ‘A violência nas escolas alemãs – situação atual’. In: Debarbieux, Éric; Blaya, Catherine (Org.). Violência nas escolas: dez abordagens europeias. Brasília: UNESCO, p.131-152.

Gadamer, Hans-Georg (2003). ‘O problema da consciência histórica’. 2. Ed. Rio de Janeiro: FGV.

Goldmann, L. (1984). ‘O método em ciências humanas’. In: Ciências Humanas e Filosofia. São Paulo: Difel.

Hokheimer, M.; Adorno, T. (1978). ‘O conceito de sociologia e Sociologia e investigação social empírica’. In: Teoria básica de sociologia. São Paulo: Cultrix.

Laurens, Jean-Paul (2006). ‘A violência escolar entre mídia e realidade’. Revista FAMECOS. Porto Alegre, n 29, abril. Disponível em:http://www.revistas.univerciencia.org/index.php/famecos/article/view/471/398. Acesso em: 18 fev. 2011

Lima, Regina Lúcia Alves de (2010a). ‘Vozes em cena: análises das estratégias discursivas da mídia sobre os escândalos políticos’. Belém: FADESP.

______ (2010b). ‘Da pauta à veiculação das notícias, o posicionamento dos jornais paraenses nas eleições municipais de 2004’. In: Amaral Filho, Otacílio; Castro-Horácio, Fábio Fonseca; Seixas, Netília Silva dos Anjos. (Org.). Pesquisa em Comunicação na Amazônia. Belém: FADESP, p. 101-113.

Mafessoli, Michel (2001). ‘O imaginário é uma realidade’. Porto Alegre: entrevista concedida à Revista FAMECOS, nº 15, agosto.

Mendonça, Kátia (2013). ‘Televisão: da profusão de imagens à cegueira ética’. Revista Famecos. Porto Alegre, v. 20, n. 1, pp. 179-192, janeiro/abril.

Morais, J. F. S. (2001). ‘A escola pública e os discursos sobre sua pretensa crise’. Teias: Rio de Janeiro, ano 2, n. 4. Jul/dez.

Navarro, L.H. (2003). ‘Enfrentando la violencia en las escuelas: un informe de Chile’. In: Abramovay, Miriam (Coord.). Violência na escola: América Latina e Caribe. Brasília: UNESCO, p. 209-250.

Ortega, Rosário (2002). ‘O projeto de Sevilha contra a violência nas escolas: um modelo de intervenção educacional de natureza ecológica’. In: Debarbieux, Éric; Blaya, Catherine (Org.). Violência nas escolas: dez abordagens europeias. Brasília: UNESCO, p.197-222.

Pires, Cecília (1985). ‘A violência no Brasil’. São Paulo: Moderna.

Pontes, Reinaldo Nobre (2007). ‘Violência nas escolas’. In: ______. Relações sociais e violência nas escolas. Belém (PA): Unama.

Ricoeur, P.(1989). ‘Do texto a ação’. Ensaios de hermenêutica II. Porto: Rés.

Rodrigues, Adriano Duarte (1980). ‘A Comunicação Social - Noção, História, Linguagem. Lisboa: Editorial Vega.

Ruotti, Caren (2010).’Violência em meio escolar: fatos e representações na produção da realidade’. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.36, n.1, p. 339-355, jan./abr.

Silva, Livia Sousa da (2011). ‘A midiatização da violência escolar: o cenário das produções acadêmicas’. Ver a Educação, v. 12, n. 1, p. 159-182, jan./jun. Disponível em: http://www.peridicos.ufpa.br/index.php/rve/article/view/1007/1463

Silva, L. S.; Alves, Laura Maria Silva Araújo (2013). ‘Uma análise bakhtiniana da verbo-visualidade da violência escolar em matérias de jornal’. I Colóquio Internacional de mídia e discurso na Amazônia.

Soares, A. M. de C. (2003). ‘Violências e jovens empobrecidos’. In: XI Congresso Brasileiro de Sociologia, Campinas/SP.

Sposito, Marilia P. (2001). ‘A Instituição Escolar e A Violência’. Cadernos de Pesquisa (Fundação Carlos Chagas), São Paulo, v. 104, p. 58-75. Disponível em:http://www.iea.usp.br/iea/textos/spositoescolaeviolencia.pdf. Acesso em: 18 fev. 2011.

Virilio, Paul (1994). ‘Cyberwar, God And Television: Interview with Paul Virilio’. Entrevistador: Louise Wilson. Canada: Ctheory. Disponível em: <http://www.ctheory.net/articles.aspx?id=62>. Acesso em: 25 fev. 2011.

Wolf, Mauro (1999) ‘Teorias da Comunicação’. Lisboa: Editorial Presença.

Publicado
2015-05-12
Como Citar
Silva, L., & Mendonça, K. (2015). A violência escolar em matérias de jornal: um imaginário construído em Belém - PA. Comunicação & Educação, 20(1), 39-49. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v20i1p39-49