Imprensa e discurso histórico: a Comissão Nacional da Verdade na Folha de S. Paulo e no Estado de S. Paulo

  • Felipe Corrêa de Mello PPGCOM. Escola Superior de Propaganda e Marketing
  • Maria Aparecida Baccega PPGCOM- ESCOLA SUPERIOR DE PROPAGANDA E MARKETING
Palavras-chave: Comissão Nacional da Verdade, Imprensa, Discurso histórico, Ditadura militar, Educação

Resumo

Propomos, neste artigo, fazer alguns apontamentos acerca da presença do discurso histórico na imprensa jornalística a partir da cobertura do relatório final da Comissão Nacional da Verdade, realizada pelos jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo. Como referencial teórico-metodológico nos servimos da análise de discurso de linha francesa (ADF), bem como dos aportes dos campos da história e da comunicação

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Corrêa de Mello, PPGCOM. Escola Superior de Propaganda e Marketing

Doutorando em Comunicação e Práticas de Consumo (PPGCOM-ESPM, São Paulo), pesquisador do Grupo CNPq de Pesquisa em Comunicação, Educação e Consumo (ESPM). 

Maria Aparecida Baccega, PPGCOM- ESCOLA SUPERIOR DE PROPAGANDA E MARKETING
Professora Livre Docente pela Universidade de São Paulo (USP). Decana do PPGCOM-ESPM, São Paulo, coordenadora do Grupo CNPq de Pesquisa em Comunicação, Educação e Consumo (ESPM).

Referências

BACCEGA, Maria. Aparecida. Comunicação e linguagem: discursos e ciência. São Paulo: Moderna, 1998.

BACCEGA, Maria. Aparecida. Discurso da comunicação: encontro entre ficção e realidade. Comunicação e Educação, Ano XII, n. 3, set/dez, 2007. pp. 23-34.

BACCEGA, Maria. Aparecida; MELLO, Felipe Correa. Memória, comunicação e cultura: o diálogo entre o Memorial da Resistência do Estado de São Paulo e o campo escolar. Comunicação e Educação (USP), v. 19, p. 97-107, 2014.

BOURDIEU, P.; WACQUANT, L. Una invitación a la sociología reflexiva. Buenos Aires: Siglo Vienteuno, 2008.

BUCCI, Eugênio. “Duas notas para o dia seguinte”. O Estado de S. Paulo, ano 135, número 44249, p. A2, 11 de dezembro de 2014.

CARVALHO, Alessandra. “Discutindo a ditadura militar em sala de aula: potencialidades e desafios”. Memorial da Resistência do Estado de São Paulo, palestra proferida em 12 de abril de 2014.

CITELLI, Adilson. Comunicação e Educação, a linguagem em movimento. São Paulo: Editora Senac, 2005.

COMISSÃO NACIONAL DA VERDADE.. Disponível em www.cnv.gov.br. Acesso em: 25 de novembro 2014.

FOLHA DE S. PAULO. São Paulo: Otavio Frias Filho (diretor de redação), números. 31325-31328, ano 94, dezembro de 2014.

GRAMSCI, Antonio. Concepção dialética da história. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1984.

GREGOLIN, Maria do Rosário. “Análise do discurso e mídia: a (re) produção de identidades”.: Comunicação, Mídia e Consumo. São Paulo. Vol 4. Novembro, 2007, pp. 11-25.

O ESTADO DE S. PAULO. São Paulo: Francisco Mesquita Neto (diretor presidente), números 44245-44258, ano 135, dezembro de 2014.

ORLANDI, E. Análise de discurso. Princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 2012.

PEREIRA, Romulo Bini. “O princípio do contraditório”. Estado de S. Paulo, ano 135, número 44252, p. A2, 14 de dezembro de 2014.

SCHAFF, A. História e verdade. São Paulo: Martins Fontes, 1983.

SCHLESENER, Anita Helena. Hegemonia e cultura: Gramsci. Curitiba: Editora UFPR, 2007.

Publicado
2015-05-12
Como Citar
Mello, F., & Baccega, M. (2015). Imprensa e discurso histórico: a Comissão Nacional da Verdade na Folha de S. Paulo e no Estado de S. Paulo. Comunicação & Educação, 20(1), 105-116. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v20i1p105-116