[1]
M. I. Magno, “Esse mundo é dos loucos e Azyllo muito louco. Razão e desrazão em tempos sobrio”s, Comun. Educ., vol. 20, nº 1, p. 161-167, maio 2015.