Forma valor e simultaneidade espacial na modernização colonial brasileira: uma apreciação sobre o Engenho São Jorge dos Erasmos

  • Anselmo Alfredo Universidade de São Paulo; Pró-Reitoria de Cultura e Extensão; Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos
Palavras-chave: Colonização e desenvolvimento econômico, Santos, SP, Brasil, Comércio de açúcar, século 16

Resumo

Este artigo busca analisar o Engenho São Jorge dos Erasmos, localizado em São Vicente, baixada santista, desde os primórdios da colonização, como expressão dos sentidos da modernização na América Portuguesa. Como um testemunho da modernização em processo é expressão do modo simultâneo e negativo que se formam as categorias da modernização na colônia, especialmente o trabalho. Nesta medida, tem-se uma dimensão simultânea do processo - determinação espacial - enquanto um todo cuja condição é a negatividade temporal para tal formação categorial em que o Engenho colabora na reflexão.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-04-01
Como Citar
Alfredo, A. (2012). Forma valor e simultaneidade espacial na modernização colonial brasileira: uma apreciação sobre o Engenho São Jorge dos Erasmos . Revista CPC, (13), 32-50. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4466.v0i13p32-50
Seção
Artigos