“Ser um ambulante é necessidade que nós temos de trabalhar”

cotidiano e identificação de trabalhadores pipoqueiros de Belo Horizonte

  • Gabriel Farias Alves Correia Universidade Federal de Minas Gerais
  • Higor Gomes Pereira Universidade Federal de Minas Gerais
  • Alexandre de Pádua Carrieri Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Identidade, Identificação, Cotidiano, Pipoca, Trabalhadores pipoqueiros

Resumo

O objetivo deste artigo é compreender o que é ser um trabalhador pipoqueiro na cidade de Belo Horizonte, as práticas cotidianas que envolvem a profissão e como é construída a identificação com esse trabalho. Para a proposta, adotamos uma abordagem qualitativa e realizamos sessenta e duas entrevistas com pipoqueiros atuantes na região central da cidade. Utilizamos a técnica de Análise Linguística do Discurso para analisarmos os dados e debruçamo-nos sobre o percurso semântico “cotidiano e identificações: ser ambulante e a necessidade de trabalhar”, considerando o cotidiano como aquele que interfere na construção das identificações dos pipoqueiros. Por fim, buscamos também ampliar e fomentar o debate acerca de saberes não hegemônicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel Farias Alves Correia, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestrando em Administração (Cepead/UFMG), bacharel em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Higor Gomes Pereira, Universidade Federal de Minas Gerais

Bacharel em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Alexandre de Pádua Carrieri, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutor em Administração (Cepead/UFMG), professor titular da Universidade Federal de Minas Gerais e coordenador do Núcleo de Estudos Organizacionais e Sociedade.

Publicado
2018-09-12
Como Citar
Correia, G., Pereira, H., & Carrieri, A. (2018). “Ser um ambulante é necessidade que nós temos de trabalhar”. Cadernos De Psicologia Social Do Trabalho, 21(2), 165-180. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v21i2p165-180
Seção
Artigos Originais