Comportamento organizacional e a armadilha da organização reificada

Palavras-chave: Comportamento Organizacional, Organização, Reificação, Subjetividade

Resumo

Neste ensaio argumentamos contra a tendência reificante de considerar a organização como uma coisa em si, nublando definitivamente as pessoas reais e as relações sociais que nela se estabelecem. Ao mesmo tempo, dada a necessidade do organizar e o crescente papel de mediação exercido pelas organizações na sociedade, reconhecemos que a compreensão dos fenômenos organizacionais é parte importante do esforço para compreender a própria sociedade. Nesse contexto de conhecimento e interesse, defendemos que a disciplina de Comportamento Organizacional está bem posicionada para essa tarefa e possui recursos para contrariar a tendência à reificação da organização. Mas isso não significa que essa disciplina esteja livre de armadilhas. Por isso, questionamos a centralidade da organização nesses mesmos estudos tanto em termos valorativos quanto em termos conceituais. No aspecto valorativo, discutimos a posição de vantagem que a organização goza frente aos indivíduos, particularmente frente aos trabalhadores. No aspecto conceitual, problematizamos a questão do ser da organização, ou pelo menos a ideia que dela se faz. Propomos, ao fim, a recuperação do trabalho como categoria central de análise dos fenômenos organizacionais como forma de superar a ameaça de uma teorização reificante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Newton Claizoni Moreno Melo, Universidade Federal de Pernambuco

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Administração (Propad), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Débora Coutinho Paschoal Dourado, Universidade Federal de Pernambuco

Professora do Departamento de Ciências Administrativas (DCA), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

José Ricardo Costa de Mendonça, Universidade Federal de Pernambuco

Professor do Departamento de Ciências Administrativas (DCA), da Universidade Federal de Pernambuco.

Publicado
2018-09-12
Como Citar
Melo, N., Dourado, D., & Mendonça, J. R. (2018). Comportamento organizacional e a armadilha da organização reificada. Cadernos De Psicologia Social Do Trabalho, 21(2), 197-208. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v21i2p197-208
Seção
Artigos Originais