A empregabilidade das pessoas com deficiência: uma análise da inclusão social no mercado de trabalho do município de Bauru, SP

  • Rômulo Rodrigues Violante Universidade Estadual Paulista J. M. Filho; Faculdade de Ciências; Departamento de Psicologia
  • Lúcia Pereira Leite Universidade Estadual Paulista J. M. Filho; Faculdade de Ciências; Departamento de Psicologia
Palavras-chave: Pessoa com deficiência, Mercado de trabalho, Inclusão social

Resumo

Amparada nos preceitos da inclusão social, esta pesquisa objetivou examinar a empregabilidade das pessoas com deficiência (PCD) em atendimento ao Decreto 3.298, que estabelece cotas para contratação de PCD para empresas com 100 ou mais funcionários. Foram entrevistados funcionários do setor de recursos humanos de 12 empresas de médio e grande porte de um município do oeste paulista, à luz de um roteiro estruturado. As entrevistas foram integralmente transcritas, categorizadas pelo critério da análise de conteúdo. Os resultados apontam que um terço das empresas privadas cumpre a regulamentação. As políticas empresariais priorizam contratações de pessoas cujas deficiências não exijam modificações estruturais no ambiente de trabalho, ou que então represente aspecto favorável à produção. A maioria dos entrevistados concebe a deficiência como um fenômeno de caráter individual. Embora tenham discursado sobre direitos iguais a todas as pessoas, grande parte ainda não apresenta discurso condizente com os pressupostos inclusivos, pois deixa de realizar ações de suporte para atender essa demanda populacional, esperando que o próprio indivíduo se ajuste às condições postas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-06-01
Como Citar
Violante, R., & Leite, L. (2011). A empregabilidade das pessoas com deficiência: uma análise da inclusão social no mercado de trabalho do município de Bauru, SP. Cadernos De Psicologia Social Do Trabalho, 14(1), 73-91. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v14i1p73-91
Seção
Artigos