Foco e Escopo

A revista Criação & Crítica parte de uma provocação: pensar uma crítica cujo foco não seja a interpretação literária.

Sem perder de vista o prazer de leitura, nosso objetivo é dar espaço a análises que reflitam sobre a literatura dentro do seu contexto de produção, recepção e circulação. Temos especial afinidade com as teorias pós-estruturalistas francesas, que discutem as práticas de escrita e o campos de edição e circulação dos textos literários. Porém não nos limitamos à França: também dialogamos com teóricos de outros horizontes, que se preocupam especialmente com a recepção do texto literário, como a Escola de Constança e os estudos de gênero.

Mas o nosso interesse pela criação e recepção de textos não se limita apenas a um diálogo teórico: queremos também convidar a comunidade acadêmica a refletir sobre como a criação nos lê e nos muda, ou em outras palavras, sobre a nossa escritura.

Escritura: não existe uma forma apropriada de defini-la. Com ela, marcamos uma certa filiação com as propostas, entre tantos outras, de Roland Barthes, Jacques Derrida e Henri Meschonnic. Aqui inserimos uma não-definição deste último: pensar a escritura é “pensar contra”. Pensar contra quem? Contra o próprio leitor: pensar a escritura é para Meschonnic pensar como o poema se escreve no leitor, ou seja, como ele o muda em relação ao que pensava antes. Essa transformação é do leitor, é do escritor que se escreve e se lê e do crítico, que não é mais do que aquele que pensa sobre a sua leitura e, em alguns casos, também sobre a leitura do escritor. Nossas pesquisas, nossos debates, nossos problemas estão aí: nessa fronteira móvel e tensa entre leitura e escritura.

A nossa revista compõe-se de várias seções. “Artigos” perfaz a parte central da revista e, juntamente com as partes “Traduções” e “Resenhas”, busca difundir ideias que sempre “pensem contra”: no cenário internacional, mas especialmente dentro do contexto crítico brasileiro.E a seção "Exercícios de estilo" é destinada a textos que tensionem a forma da crítica literária, propondo diálogos com a ficção, a poesia ou outras linguagens.

Processo de Avaliação pelos Pares

Avaliação cega por dois pares especialistas (double blind peer review) para as seções "Artigos", "Resenhas", "Tradução" e "Exercícios de estilo".

Periodicidade

A revista é publicada semestralmente, com edições em outubro/novembro e em abril/maio.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Indexação

A revista Criação & Crítica está em processo de indexação em várias bases de dados. Atualmente, encontra-se indexada em:

Latindex

Sumarios.org

Qualis

Doaj.org

 

Fontes de Apoio

A Revista Criação & Crítica não cobra dos autores taxas de submissão e publicação. Por essa razão agradece aos contribuidores que apoiam a publicação de cada fascículo da revista.