MITOLOGIAS E A NOVA CRÍTICA DA IDEOLOGIA NA FRANÇA

  • Gabriel Ferreira Zacarias Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: Mitologia, Détournement, Desvio, Ideologia, Indústria cultural, Sociedade do espetáculo.

Resumo

Neste artigo, retomo a noção de mitologia, formulada por Roland Barthes em seu livro de 1957. Barthes procura compreender a especificidade da ideologia veiculada pelos produtos da indústria cultural a partir de seu funcionamento linguístico, caracterizado pelo autor como uma operação de apropriação discursiva, ou de “roubo da linguagem”. Em seguida, aproximo o conceito barthesiano do procedimento artístico formulado por Guy Debord sob o nome de détournement (ou desvio). Empregado por Debord em seus textos e filmes, tal procedimento é concebido como uma forma de reapropriação e ressignificação dos produtos da cultura de massas que busca reverter seu conteúdo ideológico habitual. Pode-se propor, portanto, que o desvio de Debord realiza na prática aquilo que Barthes imaginara teoricamente com a noção de “mito artificial”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel Ferreira Zacarias, Universidade de São Paulo (USP)
Pós-doutorando em Sociologia pela Universidade de São Paulo, com bolsa da FAPESP. Doutor em Estudos Culturais pela Universidade de Perpignan (França) e pela Universidade Bergamo (Italia), com estágio doutoral na Universidade de Paris 10 (França).

Referências

BARTHES, Roland. Mythologies, Paris : Editions du Seuil, 1957.

DEBORD, Guy. Mémoires, Copenhague : Permild & Rosengreen, 1959.

DEBORD, Guy. La Société du spectacle, Paris : Buchêt Chastel, 1967.

DEBORD, Guy. Œuvres, Paris : Gallimard, coll. « Quarto », 2006, pp.221-229

DEBORD, Guy. WOLMAN, Gil J. « Mode d’emploi du détournement » in :. Les Lèvres Nues, n.8 Mai, 1956.

GENETTE, Gérard. Figures I, Paris : Editions du Seuil, 1966.

Internationale Situationniste n°8, Janvier 1963.

FILMOGRAFIA:

DEBORD, Guy. Sur le passage de quelques personnes à travers une assez courte unité de temps, p/b, 35mm, 20’, 1959.

DEBORD, Guy. Réfutation de tous les jugements, tant élogieux qu’hostiles, qui ont été jusqu’ici portés sur le film « La Société du Spectacle », p/b, 35mm, 20’, 1975.

Publicado
2015-12-30
Como Citar
Zacarias, G. (2015). MITOLOGIAS E A NOVA CRÍTICA DA IDEOLOGIA NA FRANÇA. Revista Criação & Crítica, (spe), 27-32. https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v0ispep27-32