Autoficção: um percurso teórico

Autores

  • Anna Faedrich UERJ

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v0i17p30-46

Palavras-chave:

Autoficção, Teoria da Literatura

Resumo

Este texto apresenta o estado da arte do debate sobre a autoficção, as apropriações, usos (e abusos) do conceito doubrovskyano, desde a sua criação. A discussão se concentra no debate teórico realizado predominantemente em língua francesa por alguns de seus principais expoentes: Serge Doubrovsky, Vincent Colonna, Gérard Genette, Jacques Lecarme, Philippe Gasparini e Jean-Louis Jeanelle.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anna Faedrich, UERJ

Doutora em Letras - Teoria da Literatura (PUCRS). Realizou pós-doutorado em "Autoficções brasileiras" na Universidade Federal Fluminense (UFF). É professora colaboradora do Curso de Pós-Graduação Latu Sensu - Especialização em Literatura Brasileira - na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Tutora a distância da disciplina de “Literatura Comparada” na Universidade Federal Fluminense (UFF).

Referências

Referências

ALBERCA, Manuel. El pacto ambiguo: de la novela autobiográfica a la autoficción. Madrid: Biblioteca Nueva, 2007.

ARFUCH, Leonor. O espaço biográfico: dilemas da subjetividade contemporânea. Tradução Paloma Vidal. Rio de Janeiro: EdUerj, 2010.

BARTHES, Roland. O rumor da língua. Trad. Mario Laranjeira. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

COLONNA, Vincent. Autofiction & autres mythomanies littéraires. Auch: Tristram, 2004.

DOUBROVSKY, Serge. “O último eu”. In: NORONHA, Jovita Maria Gerheim (Org.). Ensaios sobre a autoficção. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014.

DOUBROVSKY, Serge. “C’est fini”. Entretien réalisé par Isabelle Grell. In : FOREST, Philippe. La Nouvelle Revue Française. Je & Moi. Paris: Gallimard, Nº 598, octobre 2011.

DOUBROVSKY, Serge. “L’autofiction selon Doubrovsky”. In: VILAIN, Philippe. Défense de Narcisse. Paris: Grasset, 2005.

DOUBROVSKY, Serge. Autobiographies: de Corneille à Sartre. Collection Perspectives Critiques. Paris: PUF, 1988.

DOUBROVSKY, Serge. Fils: roman. Paris: Éditions Galilée, 1977.

FAEDRICH, Anna. O conceito de autoficção: demarcações a partir da literatura brasileira. Itinerários, Araraquara, n. 40, p. 45-60, jan./jun. 2015. Disponível em: http://seer.fclar.unesp.br/itinerarios/article/viewFile/8165/5547.

FOUCAULT, Michel O que é um autor? Prefácio de José A. Bragança de Miranda e Antonio Fernando Cascais. 6. ed. Lisboa: Vega, 1992.

FOUCAULT, Michel “O filósofo mascarado”. In: Le Monde, n. 10945, de 06 de abril de 1980: Le Monde-Dimanche, p.p. I e XVII. “Le Philosophe masqué”. Tradução: Selvino José Assman. Disponível em: <http://www.alfredo-braga.pro.br/discussoes/filosofomascarado.html>. Acesso em: 19 abr. 2011.

GASPARINI, Philippe. “Autoficção é nome de quê?”. In: NORONHA, Jovita Maria Gerheim (Org.). Ensaios sobre a autoficção. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014, p. 181-221.

GASPARINI, Philippe. Est-il je? Roman autobiographique et autofiction. Paris: Seuil, 2004.

GENON, Arnoud; GRELL, Isabelle; WEIGEL, Philippe. Serge Doubrovsky: comment ‘Le Monstre’ devint Fils. Disponível em: <http://www.everyoneweb.com/doubrovskymanuscrit.com/>. Acesso em: 24 maio 2012.

JEANELLE, Jean-Louis. “A quantas anda a reflexão sobre a autoficção”. In: NORONHA, Jovita Maria Gerheim (Org.). Ensaios sobre a autoficção. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014.

LAOUYEN, Mounir. “L’autofiction: une réception problématique”. Fabula, la recherche en littérature, Colloque 99, Frontières de la fiction, 1999. Disponível em: http://www.fabula.org/forum/colloque99/208.php. Acesso em: 12 set. 2016.

LECARME, Jacques; LECARME-TABONE, Éliane. L’autobiographie. 2ª ed. Paris: Armand Colin, 1999.

LEJEUNE, Philippe. O pacto autobiográfico: de Rousseau à Internet. Org. Jovita Maria Gerheim Noronha. Tradução Jovita Maria Gerheim Noronha e Maria Inês Guedes. 2. ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014a.

LEJEUNE, Philippe. Autoficções & Cia. Peça em cinco atos. In: NORONHA, Jovita Maria Gerheim (Org.). Tradução Jovita Maria Gerheim Noronha e Maria Inês Coimbra Guedes. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014b.

LEJEUNE, Philippe. “Da autobiografia ao diário, da Universidade à associação: itinerários de uma pesquisa”. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 48, n. 4, 2013.

LEJEUNE, Philippe. L’autobiographie en France. 3ª ed. Paris: Armand Colin, 2010.

NORONHA, Jovita. Entrevista. In : FAEDRICH, Anna. Autoficções: do conceito teórico à prática na literatura brasileira contemporânea. Faculdade de Letras (Tese de Doutorado), PUCRS, 2014, p. 228.

SARLO, Beatriz. Tempo Passado: cultura da memória e guinada subjetiva. Trad. Rosa Freire d’Aguiar. São Paulo: Companhia das Letras; Belo Horizonte: UFMG, 2007.

SAVEAU, Patrick. Serge Doubrovsky ou l’écriture d’une survie. Dijon: EUD, 2011.

Downloads

Publicado

2016-12-22

Como Citar

Faedrich, A. (2016). Autoficção: um percurso teórico. Revista Criação & Crítica, (17), 30-46. https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v0i17p30-46

Edição

Seção

Artigos