A economia alimentar do corpo e da alma: ensaio sobre o romance O seminarista

Autores

  • Gabriel Queiroz Guimarães Hernandes Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v0i18p184-197

Palavras-chave:

corpo, alma, alimentação, romantismo, religião, fisiologia

Resumo

O presente ensaio busca compreender como, em O seminarista, de Bernardo Guimarães, o romance opera uma espécie de economia alimentar, expressão cunhada nesse texto com fins didáticos, sobre a paixão religiosa e mundana do protagonista. Nesse artigo, busca-se compreender, a partir dessa metáfora com a alimentação, como o diretor, os professores e os pais de Eugênio buscavam influir na conduta do rapaz de modo a enfraquecer o seu amor, indesejado por eles, por Margarida, filha da agregada da fazenda de seus pais e, na contrapartida, como buscam fortalecer o amor do garoto pela religião.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel Queiroz Guimarães Hernandes, Universidade de São Paulo

Doutorando do Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada.

Referências

AUERBACH, E. “Gloria passiones”. In: AUERBACH, E. Ensaios de literatura ocidental: filologia e crítica. São Paulo: Duas cidades; Ed. 34, 2007.

BUENO, C. Alimentação adequada pode contribuir para se ter uma vida longa. UOL. Saúde. 20 dez. 2012. Disponível em: <https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2012/12/20/alimentacao-adequada-pode-contribuir-para-se-ter-uma-vida-longa.htm>. Acesso em: 21 fev. 2017.

CAIRUS, H. F. & ALSINA, J. A alimentação na dieta hipocrática. Clássica (Brasil), n.20, v. 2, pp.212-238, São Paulo: 2007.

COURTINE, J.J. & HAROCHE, C. História do rosto: exprimir e calar as emoções. Petrópolis, RJ: Vozes, 2016.

DEBREYNE, P. J. C. Ensayo sobre la teología moral. Barcelona (ES): Imprenta de Pons Y Cª Calle de Coppons, 1851.

FOUCAULT, M. História da sexualidade 1: a vontade de saber. 22ª reimpressão. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1988.

FOUCAULT, M. História da sexualidade 2: o uso dos prazeres. 13ªed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 2012.

FOUCAULT, M. História da sexualidade 3: o cuidado de si. São Paulo: Paz e Terra, 2014.

FOUCAULT, M. A ética do cuidado de si como prática da liberdade. In: FOUCAULT, M. Ditos & Escritos V. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004.

GALENO. Sobre las facultades naturales – Las facultades del alma siguen los temperamentos del corpo. Madrid (Es): Editorial Gredos, 2003.

GUIMARÃES, B. O seminarista. 2ªed. São Paulo: Ediouro, 2003.

INSTITUTO Homeopático Brasileiro. Notícias elementares da homeopatia. Rio de Janeiro: Typographia de Bintot, 1846. Disponível em: <http://www.bbm.usp.br>

MORAES, Alexandre José de Mello. Physiologia das paixões e affecções. Tomo I. Rio de Janeiro: Dous de dezembro, 1854. Disponível em: <http://www.bbm.usp.br>

SANTOS, T. R. & MARCHI, R. C. O Ateneu: uma análise de mecanismos disciplinares no romance de Raul Pompéia. Educação & realidade, vol.38, n.1, pp.339-360, jan/mar, 2013. Disponível em: <http://www.ufrgs.br/edu_realidade>. Acesso em: 28 mar. 2017.

VARELLA, D. A inatividade física custou para o mundo US$ 67,5 bilhões. Folha de S. Paulo. Cultura. 01 out. 2016. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br>. Acesso em: 21 fev. 2017.

Downloads

Publicado

2017-06-30

Como Citar

Hernandes, G. Q. G. (2017). A economia alimentar do corpo e da alma: ensaio sobre o romance O seminarista. Revista Criação & Crítica, (18), 184-197. https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v0i18p184-197