Do Zumbi dos Palmares ao reino de Ginga

História e lugares de afeto na escrita de Agualusa

  • Naira N Almeida Nascimento Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • Edna da Silva Polese Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
Palavras-chave: José Eduardo Agualusa, Identidade, História

Resumo

Por meio da análise de dois romances de José Eduardo Agualusa, O ano em que Zumbi tomou o Rio (2002) e de A rainha Ginga (2014), publicado no Brasil em 2015, pretende-se estudar a centralidade que as culturas de Língua Portuguesa exercem em sua produção desde 1997. No caso dos dois romances, o protagonismo é emprestado a duas personagens históricas de culturas de origem africana, Zumbi e Ginga, que compõem um intrincado tabuleiro de identidades na triangulação lusófona desenhada pelo Oceano Atlântico. A reflexão sobre língua, poesia e tradução constituem, contudo, a tônica nunca ausente dos romances e contos desse prosador angolano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Naira N Almeida Nascimento, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Professora Adjunta de Literaturas de Língua Portuguesa da UTFPR. Doutora em Estudos Literários pela UFPR.

Edna da Silva Polese, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Professora Adjunta de Literaturas de Língua Portuguesa. Doutora em Estudos Literários pela UFPR.

Referências

AGUALUSA, José Eduardo. A conjura. Rio de Janeiro: Gryphus, 2009.

_________. Nação crioula: a correspondência secreta de Fradique Mendes. Rio de Janeiro: Gryphus, 1998.

_________. O dia em que Zumbi tomou o Rio. Rio de Janeiro: Gryphus, 2002.

_________. Um estranho em Goa. Rio de Janeiro: Gryphus, 2010.

_________. O vendedor de passados. Rio de Janeiro: Gryphus, 2004.

_________. As mulheres de meu pai. Rio de Janeiro: Língua Geral, 2007.

_________. Milagrário pessoal: apologia das varandas, dos quintais e da língua portuguesa, seguida de uma breve refutação da morte. Rio de Janeiro: Língua Geral, 2010.

_________. Estação das chuvas. Rio de Janeiro: Língua Geral, 2010.

_________. A rainha Ginga. Rio de Janeiro: Foz, 2015.

CAN, Nazir Ahmed. Discurso e poder nos romances de João Paulo Borges Coelho. Maputo: Alcance Editores, 2015.

GREENBLATT, Stephen. Possessões maravilhosas: o deslumbramento do novo mundo. São Paulo: Edusp, 1996.

MARQUES, Susana Moreira. À procura de uma poeta e da esperança angolana. O Público. Lisboa, 01/09/2012.

PESTANA, Nelson. A história na estória em Angola: Henrique Abranches e José Eduardo Agualusa. In: CHAVES, Rita & MACÊDO, Tania (Orgs). Marcas da diferença: as literaturas africanas de língua portuguesa. São Paulo: Alameda, 2006.

Publicado
2018-12-21
Como Citar
Nascimento, N. N., & Polese, E. (2018). Do Zumbi dos Palmares ao reino de Ginga. Revista Criação & Crítica, (22), 1-16. https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v0i22p1-16