Ficção e Realidade autoral em Operación Masacre, de Rodolfo Walsh

Palavras-chave: Operación Masacre, Rodolfo Walsh, Não-ficção, Ética autoral, Ficção

Resumo

Considerando-se a tensão entre realidade e ficção existente nos gêneros advindos do jornalismo, este artigo pretende deslindar os recursos estéticos utilizados por Walsh para descrever “Marcelo” (personagem secundário de Operación Masacre) em comparação com a descrição do mesmo Marcelo pelos jornais La Nación, de 12 de julho de 1957 e El Plata de 11 de julho do mesmo ano. Para isso, apresentaremos reflexões sobre os conceitos de verdade e realidade, ficção e literatura atribuídos às narrativas que representam histórias reais, a fim de desvelá-los para maior compreensão dos elementos narrativos que criam tal tensão. Pensando na ética do autor, pretendemos refletir acerca dos seguintes questionamentos: será o autor honesto quando descreve seus personagens? De que modo se configura essa “verdade” do autor Walsh no narrador homônimo de Operación Masacre? Partimos do pressuposto de que a verdade dependerá não só do posicionamento do narrador, – que não é imparcial –, como também da forma usada para articular a verossimilhança, a fim de persuadir os leitores de sua verdade, conforme foi evidenciado neste artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Ramos Patrocinio, Universidade de São Paulo

Mestranda na área de literatura hispanoamericana pela USP. Graduação em Letras português e espanhol (Bacharel e Licenciatura) pela USP.

Referências

BOOTH, Wayne C. A retórica da ficção. Lisboa Arcádia, 1980.

BULHÕES, Marcelo M. Jornalismo e literatura em convergência. São Paulo: Ática, 2007

FRIEDMAN, Norman. O ponto de vista na ficção: o desenvolvimento de um conceito crítico. In: Revista USP. São Paulo, CCS-USP, n 53, março/maio 2002, trad. Fábio Fonesca de Melo, pp. 166 a 182.

GARCÍA, Romina. Novela de no-ficción: Polémica en torno a un concepto contradictorio. In: Letras, n. 51, p. 41-53, jan/jun. Curitiba: Editora da UFPR, 1999.

HAMBURGER, Kate. A lógica da criação literária. São Paulo: Ed. Perspectiva, 1975.

SÁNCHEZ, Ana María Amar. "La ficción del testimonio." Revista Iberoamericana 56.151 (1990): 447-461.

SODRÉ, Muniz [2009]. A narração do fato. Notas para uma teoria do acontecimento. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

TODOROV Tzvetan, [1939]. Introdução ao verossímil. In: Poética da prosa - tradução Claudia Berliner. – São Paulo : Martins Fontes, 2003.

WALSH, Rodolfo. [1957] Operación masacre. Buenos Aires: Ediciones de la Flor, 2015.

WOLFE, Tom. [1963] Radical chique e o Novo Jornalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2005)

Publicado
2018-11-20
Como Citar
Patrocinio, A. P. (2018). Ficção e Realidade autoral em Operación Masacre, de Rodolfo Walsh. Revista Criação & Crítica, (21), 59-76. https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v0i21p59-76
Seção
Artigos