Chapeuzinho Vermelho

texto dahliano em diálogo com as ilustrações de Quentin Blake

  • Valquiria Pereira Alcantara Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Diálogo texto-ilustração, Roald Dahl, Quentin Blake, Literatura infantil

Resumo

Quentin Blake ilustrou vários trabalhos de Roald Dahl possibilitando um diálogo instigante entre texto verbal e imagens. Apresentamos uma proposta de análise de “Chapeuzinho Vermelho e o lobo” e “Os três porquinhos” buscando a melhor compreensão de como o texto dahliano e as ilustrações de Blake se articulam à luz do percurso sugerido por Sophie Van der Linden detendo-nos, principalmente, nas relações e funções estabelecidas entre os textos verbal e visual. Observamos as vinhetas e as ilustrações que ocupam página inteira e como as imagens relacionam-se com o texto em língua inglesa bem como as traduções publicadas no Brasil e em Portugal. Como resultado de nossa análise verificamos que as ilustrações de Blake mantêm relação dinâmica com o texto verbal ora repetindo, ora ampliando o sentido do texto além de contribuir para a atualização dos contos proporcionando uma experiência bem-humorada de fruição dos textos. Concluímos que, embora o diálogo entre as ilustrações de Quentin Blake e o texto de Dahl se dê de forma diversa no que tange a língua, os leitores podem ter uma experiência rica e estimulante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CHEVALIER, J. & GHEERBRANT, A. Dicionário de símbolos: (mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números). 6ª ed., colaboração de André Barbault... [et al.]; coordenação Carlos Sussekind; tradução: Vera da Costa e Silva... [et al.], Rio de Janeiro: José Olympio, 1992.
Contos de Fadas: de Perrault, Grimm, Andersen & outros. Trad. Maria Luiza X. de A. Borges, Apres. Ana Maria Machado. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.
DAHL, Roald. Revolting Rhymes. Illustrated by Quentin Blake. London: Puffin Books, 2001
DAHL, Roald. Historinhas em versos perversos. Ilust. Quentin Blake. Trad. Luciano Vieira Machado. São Paulo: Salamandra/ Moderna, 2007.
DAHL, Roald. Histórias em versos para meninos perversos. Ilust. Quentin Blake. Trad. Luísa Ducla Soares. Lisboa: Editorial Teorema, 2010.
GÓES, Lúcia Pimentel. Olhar de descoberta: proposta analítica de livros que concentram várias linguagens. 2ª ed., São Paulo: Paulinas, 2005.
GRIMM, Jacob & GRIMM, Wilhelm. Contos maravilhosos infantis e domésticos. (tomo1). Trad. Christine Röhrig, Ilust. J. Borges. Apres. Marcus Mazzari. São Paulo: Cosac Naify, 2012.
LINDEN, Sophie Van der. Para ler o livro ilustrado. trad. Dorothée de Bruchard. São Paulo: Cosac Naify, 2011.
MANGUEL, Alberto. Lendo imagens: uma história de amor e ódio. trad. Rubens Figueiredo, Rosaura Eichenberg, Cláudia Strauch. São Paulo: companhia das Letras, 2001.
Publicado
2019-12-27
Como Citar
Alcantara, V. (2019). Chapeuzinho Vermelho. Revista Criação & Crítica, 1(25), 211-228. https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v1i25p211-228