Uma leitura do conto "Detectives" de Roberto Bolaño

  • Raquel Parrine Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Roberto Bolaño, autobiografia, teoria do conto.

Resumo

Por meio da interpretação dos recursos estéticos usados no conto “Detectives”, de 1997, do escritor chileno Roberto Bolaño, observa-se como o estatuto de ficção do relato, com traços profundos de uma escritura autobiográfica, problematiza os limites entre ficção e não-ficção a ponto de tornar-se uma questão estrutural para a leitura do texto. A partir de um paralelismo com outros textos do autor e de pensamentos sobre a teoria do conto contemporâneo, podemos ou não pensar nessa ambiguidade estrutural como um novo entendimento sobre os rumos da escritura contemporânea. A literatura contemporânea estaria acabando com o paradigma da literatura, ou sua rebeldia contra seu campo é parte constitutiva do conceito que denominamos literatura?

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-04-15
Como Citar
Parrine, R. (2010). Uma leitura do conto "Detectives" de Roberto Bolaño. Revista Criação & Crítica, (4), 17-25. https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v3i4p17-25
Edição
Seção
Artigos