Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Autoficção feminina: a mulher nua diante do espelho

Eurídice Figueiredo

Resumo


Examinando o campo literário em língua francesa pode-se perceber que, dentre as várias tendências do romance contemporâneo, destaca-se a proliferação de narrativas de escritoras que relatam sua vida sexual, colocando-se como protagonistas, com seu nome próprio (ou pseudônimos). Trata-se de um novo gênero, a autoficção, que embaralha as categorias de autobiografia e ficção. Neste texto vou tratar de duas escritoras: Christine Angot (França) e Marie-Sissi Labrèche (Quebec), abordando de um lado a questão da autoficção, de outro a questão do tratamento dado à escrita da sexualidade, com suas interdições, transgressões e profanações.


Palavras-chave


literatura francesa; literatura do Quebec; autoficção; erotismo; loucura; profanação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v3i4p91-102

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Revista Criação & Crítica Qualis B1 ISSN: 1984-1124

Departamento de Letras Modernas - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - Universidade de São Paulo
Av. Prof. Luciano Gualberto, 403, sala 18 - Cidade Universitária, Campus Butantã - São Paulo-SP

E-mail: criacaoecritica@gmail.com

Telefone:+551130914077

Visite também a nossa página no facebook: http://www.facebook.com/criacaoecritica