Sobre a autoria na prosa de Samuel Beckett

  • Willian André Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: Samuel Beckett, prosa curta, autoria, diluição da identidade.

Resumo

Este estudo tem por objetivo propor uma breve reflexão sobre a noção de autoria na obra de Samuel Beckett, principalmente em sua prosa curta das décadas de 1960 e 1970. Para tanto, apoiados pelas considerações de Maurice Blanchot, S. E. Gontarski, João Adofo Hansen e Hugh Kenner, traçamos um percurso que parte da trilogia romanesca beckettiana do pós-guerra, passando pelas produções subsequentes que culminam na prosa curta ensaiada pelo autor após a publicação de Como é (1961). Conforme nos embrenhamos na trilha percorrida pelo escritor irlandês em sua lida com o fracasso (trilha repleta de lama e oscilações entre claro-cinza-escuro), acomete-nos uma impressão paradoxal: quanto mais severas as investidas de Beckett contra os contornos do eu, atestando a diluição da identidade, mais precisos se tornam os contornos da ideia de “autor” que encima o projeto de toda a sua literatura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Willian André, Universidade Estadual de Londrina
Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Letras: Estudos Literários da Universidade Estadual de Londrina. Bolsista CAPES.

Referências

BECKETT, Samuel. “Imagination Morte Imaginez”. In: ________. Têtes-mortes. Paris: Les Éditions de Minuit, 1972, pp. 49-57.

BECKETT, Samuel. “All Strange Away”. In: ________. The Complete Short Prose, 1929-1989. Edited and with an Introduction and Notes by S. E. Gontarski. New York: Grove Press, 1995, pp. 169-181.

BECKETT, Samuel. “Faux Départs”. In: ________. The Complete Short Prose, 1929-1989. Edited and with an Introduction and Notes by S. E. Gontarski. New York: Grove Press, 1995b, pp. 271-273.

BECKETT, Samuel. “Imagination Dead Imagine” In: ________. The Complete Short Prose, 1929-1989. Edited and with an Introduction and Notes by S. E. Gontarski. New York: Grove Press, 1995c, pp. 182-185.

BECKETT, Samuel. “neither”. In: ________. The Complete Short Prose, 1929-1989. Edited and with an Introduction and Notes by S. E. Gontarski. New York: Grove Press, 1995d, p. 258.

BECKETT, Samuel. “The Cliff”. Translation: Edith Fournier. In: ________. The Complete Short Prose, 1929-1989. Edited and with an Introduction and Notes by S. E. Gontarski. New York: Grove Press, 1995e, p. 258.

BECKETT, Samuel. “Três diálogos com Georges Duthuit”. In: ANDRADE, Fábio de Souza. Samuel Beckett: o silêncio possível. Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2001, pp. 173-182.

BECKETT, Samuel. Como é. Tradução e posfácio: Ana Helena Souza. São Paulo: Iluminuras, 2003.

BECKETT, Samuel. “La Falaise”. In: ________. Pour finir encore et autres foirades. Paris: Les Éditions de Minuit, 2004, pp. 67-69.

BECKETT, Samuel. “ni l’un ni l’autre”. Traduction: Edith Fournier. In: ________. Pour finir encore et autres foirades. Paris: Les Éditions de Minuit, 2004b, pp. 77-79.

BECKETT, Samuel. Molloy. Tradução e prefácio: Ana Helena Souza. São Paulo: Globo, 2007.

BECKETT, Samuel. O inominável. Tradução: Ana Helena Souza. Prefácio: João Adolfo Hansen. São Paulo: Globo, 2009.

BECKETT, Samuel. “Pra frente o pior”. In: ________. Companhia e outros textos. Tradução: Ana Helena Souza. Prefácio: Fábio de Souza Andrade. São Paulo: Globo, 2012, pp. 65-87.

BLANCHOT, Maurice. “Onde agora? Quem agora?”. In: ________. In: O livro por vir. Tradução: Leyla Perrone-Moisés. São Paulo: Martins Fontes, 2005, pp. 308-318.

GONTARSKI, S. E. “From Unabandoned Works: Samuel Beckett’s Short Prose”. In: BECKETT, Samuel. The Complete Short Prose, 1929-1989. Edited and with an Introduction and Notes by S. E. Gontarski. New York: Grove Press, 1995, pp. xi-xxxii.

HANSEN, João Adolfo. “Eu nos faltará sempre”. In: BECKETT, Samuel. O inominável. Tradução: Ana Helena Souza. Prefácio: João Adolfo Hansen. São Paulo: Globo, 2009, p. 7-25.

KENNER, Hugh. Samuel Beckett: A Critical Study. New York: Grove Press, 1961.

Publicado
2014-06-09
Como Citar
André, W. (2014). Sobre a autoria na prosa de Samuel Beckett. Revista Criação & Crítica, (12), 5-19. https://doi.org/10.11606/issn.1984-1124.v0i12p5-19
Seção
Artigos