Velasco, T. M. (2016) “Apenas a minha versão de “Petaluma” ou ‘Petaluma’ é apenas uma versão de mim”, Revista Criação & Crítica, 0(17), p. 174-187. doi: 10.11606/issn.1984-1124.v0i17p174-187.