[1]
J. A. Santos e A. C. M. Lúcio, “Opressão e resistência na cozinha em Como água para chocolate, de Laura Esquivel”, Rev. Cria. Crít., nº 18, p. 138-151, jun. 2017.