[1]
A. Lira, “Uma interpretação poético-ontológica da literatura e da morte – A articulação de ética, finitude e poesi”a, Rev. Cria. Crít., nº 5, p. 89-102, out. 2010.