[1]
P. S. de Souza Jr., “Finda a língua, fim da linha”, Rev. Cria. Crít., nº 7, p. 35-44, out. 2011.