Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Mulheres negras escritoras

Florentina da Silva Souza

Resumo


O artigo se debruça sobre o importante papel da literatura produzida por mulheres negras como espaço de resistência ao epistemicídio que nega a elas o lugar de sujeitos de conhecimento. A expressão de força e atuação dessas mulheres é registrada de formas diversificadas, em livros, sites, blogs, no facebook, em revistas e jornais e também declamando nos saraus e slams.


Palavras-chave


escritoras negras, resistência, poesia

Texto completo:

PDF

Referências


CADERNOS NEGROS. São Paulo: Quilombhoje, 2010, vol.33

CARNEIRO, Sueli. A Construção do Outro como Não-Ser como fundamento do Ser. Feusp, 2005. (Tese de doutorado).

EVARISTO, Conceição. Poemas da recordação e outros movimentos. Belo Horizonte: Nandyala, (coleção Vozes da Diáspora Negra, Volume 1), 2008

EVARISTO, Conceição. Poemas da recordação e outros movimentos. Rio de Janeiro: Malê, 2017.

GILROY, Paul Entre campos: nações, culturas e o fascínio da raça. São Paulo: Annablume, 2007.

GLISSANT, Édouard. Introdução a uma poética da diversidade. Juiz de Fora: UFJF, 2005. Trad. Enilce Albergaria Rocha.

HALL, Stuart. Que negro é esse na cultura popular negra. IN. Da diáspora: Identidade e mediações culturais. Brasília: UNESCO; Belo Horizonte, UFMG, 2003, p. 335 a 349.

MOISÉS, Massaud. História da literatura brasileira: simbolismo, vol 2. São Paulo: Cultrix, 2001.

SOUZA, Ana Lúcia Silva. Letramentos de Reexistência: culturas e identidades no movimento hip-hop . Campinas, SP: [s.n.], 2009. Tese de doutorado.

SOUZA, Florentina da Silva. Facetas das discussões de gênero no século 20. In O futuro do presente: arquivo, gênero e discurso. Belo Horizonte: UFMG, 2012, p.181-200.




DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2017.141317

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.