Portal da USP Portal da USP Portal da USP

O levante da voz feminina às margens do cânone: nacionalismo, identidade e resistência na poética guineense de Odete Semedo

Claudia Letícia Moraes, Rayron Lennon Costa

Resumo


O presente estudo visa enfocar a análise da poética da autora guineense Odete Semedo, levando em consideração o engajamento da autora em dar visibilidade à literatura do seu país tendo como temas principais as questões linguísticas que permeiam a Guiné-Bissau, a afirmação da nacionalidade através do uso do crioulo como forma de resistência em sua poesia e a ênfase na constituição de uma identidade ancorada na ancestralidade e na complexa relação estabelecida com o colonizador. 


Palavras-chave


poesia; nacionalismo; resistência

Texto completo:

PDF

Referências


AUGEL, Moema Parente. O desafio do escombro: nação, identidade e pós-colonialismo na literatura de Guiné-Bissau. Rio de Janeiro: Garamond, 2007.

BLOOM, Harold. O cânone ocidental: os livros e a escola do tempo. Trad. Marcos Santarrita. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 1995.

COUTO, Hildo Honório. A poesia Crioula Bissau-guineense. Revista PAPIA, São Paulo, v. 18, p. 83-100, 2008.

COUTO, Hildo Honório; EMBALÓ, Filomena. Literatura, língua e cultura na Guiné-Bissau: um país da CPLP. Revista PAPIA, São Paulo, v. 20, 2010 (edição comemorativa).

DALCASTAGNÉ, Regina. Literatura Brasileira Contemporânea: um território contestado. Rio de Janeiro: Editora Horizonte/Ed. UERJ, 2012.

EMBALÓ, Filomena. O crioulo da Guiné-Bissau: língua nacional e factor de identidade nacional. Revista PAPIA, São Paulo, v. 18, p. 101-107, 2008.

FONSECA, Maria Nazareth Soares. Literaturas africanas de língua portuguesa: mobilidades e trânsitos diaspóricos. Belo Horizonte: Nandyala, 2015.

HOBSBAWM, Eric J. Nações e nacionalismo desde 1780. Tradução Maria Celia Paoli, Anna Maria Quirino. 5. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2008.

MEMMI, Albert. Retrato do colonizado precedido do retrato do colonizador. Trad. R. Corbvisier e M. Pinto Coelho. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.

RAGO, Margareth. Epistemologia feminista, gênero e história. In: PEDRO, Joana; GROSSI, Miriam (orgs.) Masculino, feminino, plural. Florianópolis: Ed. Mulheres, 1998.

RIBEIRO, Margarida Calafate; SEMEDO, Odete. Literaturas da Guiné-Bissau: cantando os escritos das histórias. Porto: Edições Afrontamento, 2011.

QUEIROZ, Amarino. As inscrituras do verbo: dizibilidades performáticas da palavra poética africana. Tese (doutorado) – Universidade Federal de Pernambuco. Programa de Pós-Graduação em Teoria da Literatura. Recife, 2007.

SEMEDO, Maria Odete da Costa Soares. As Mandjuandadi, cantigas de mulher na Guiné-Bissau: da tradição oral à Literatura. Tese (doutorado) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Programa de Pós-Graduação em Letras. Belo Horizonte, 2010.

________. Entre o ser e o amar. Bissau: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas, 1996.

________. No Fundo do Canto. Belo Horizonte: Nandyala, 2007.

SILVA, Luciano. Maria Odete da Costa Semedo, uma alma inquieta da Guiné-Bissau. Carta Maior, São Paulo, 2006. Disponível em: https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Midia/Maria-Odete-da-Costa-Semedo-uma-alma-inquieta-da-Guine-Bissau/12/1130. Acesso em: 25 dez. 2017.

SILVA, Monaliza Rios. A Guiné-Bissau no fundo do canto: o tempo/espaço póscolonial de Odete Semedo. Cadernos Imbondeiro. João Pessoa, v. 1, n. 1, 2010.

SOUZA, Florentina. Literatura Afro-Brasileira: algumas reflexões. Revista Palmares, Brasília: Fundação Cultural Palmares/Ministério da Cultura, n. 2, p. 64-72, dez. 2005.

TÉ, Júlio António Aponto. Estudo da prática de escritores contemporâneos guineenses. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Letras) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras: Campus de Araraquara, 2011.

TUTIKIAN, Jane. Velhas identidades novas: o pós-colonialismo e a emergência das nações de língua portuguesa. Porto Alegre: Sagra Luzzato, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2018.143113

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.