Portal da USP Portal da USP Portal da USP

A quebra do silêncio: o espaço da fronteira cultural na escrita de Gloria Anzaldúa e Milton Hatoum

Fidelainy Sousa Silva

Resumo


Este artigo visa discutir sobre o espaço de fronteira cultural, tendo como ponto de partida a escrita de Gloria Anzaldúa em Borderlands/La frontera: The New Mestiza (1987) e Milton Hatoum em Dois Irmãos (2000). Trata-se de um esforço teórico para compreender o (não) lugar da escrita ficcional de resistência. Com a voz de Anzaldúa e de Hatoum pretende-se analisar as imbricações do texto ficcional para questionar o silenciamento identitário dos sujeitos da região de fronteira entre o México e Estados Unidos e também a região de Manaus na Amazônia Brasileira, respectivamente.

Palavras-chave


fronteira cultural; silenciamento identitário; Borderlands; Dois Irmãos; escrita de resistência.

Texto completo:

PDF

Referências


ABDALA JUNIOR, Benjamin. Margens da cultura: mestiçagem, hibridismo & outras misturas. São Paulo: Boitempo, 2004.

ANDERSON, Benedict. Comunidades imaginadas. São Paulo. Cia das Letras, 2008.

ANZALDÚA, Gloria. Borderlands/La Frontera: the new mestiza. 2.ed. San Francisco: Aunt Lute Books, 1987.

___________, Gloria. Borderlands/La Frontera: the new mestiza. 4.ed. San Francisco: Aunt Lute Books, 2012.

BHABHA, Homi. O local da cultura. Trad. Myriam Ávila, Eliana Lourenço de Lima Reis e Gláucia Renate Gonçalves. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2013.

BONNICI, T.; ZOLIN, L. O. (org.). 3 ed. Maringá: Eduem, 2009.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Trad. Tomas Tadeu da Silva e Guacira Lopes. Louro. Rio de Janeiro: DP&A, 2011.

CANCLINI, Néstor. García. Culturas Híbridas - estratégias para entrar e sair da modernidade. In: Culturas híbridas, poderes oblíquos. Trad. Ana Regina Lessa e Heloísa Pezza Cintrão. São Paulo: EDUSP, 1997.

CASTRO, Ferreira de. A selva. São Paulo: Verbo. Ltda., 1972.

CEVASCO, Maria. Elisa. Literatura e estudos culturais. In: Teoria literária: abordagens históricas e tendências contemporâneas.

HATOUM, Milton. Dois Irmãos. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

________. Relato de um certo oriente. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

MIGNOLO, Walter. D.; Walter. Desobediência epistêmica: A opção descolonial e o significado de identidade em política. In: Revista Gragoatá, 2003.

MOORE, Joan W. Los mexicanos de los Estados Unidos y el movimento Chicano. México: Fondo de Cultura Econômica, 1973.

PENALVA, Gilson. Identidade e hibridismo cultural na Amazônia brasileira: um estudo comparativo de Dois Irmãos e Cinzas do Norte, de Milton Hatoum, e A Selva, de Ferreira de Castro. Tese de Doutorado. João Pessoa, 2012.

PIZARRO, Ana. Áreas Culturais na modernidade tardia. In: Margens da cultura: mestiçagem hibridismo e outras misturas/Benjamin Abdala Junior (org). São Paulo: Boitempo, 2004.

RANGEL, Alberto. Inferno verde (Scenas e scenários do Amazonas). 4.ed. Tours: Typographia Arrault & Cia, 1927.

SPIVAK, Gayatri. Pode o subalterno falar? Trad. Sandra Regina Goulart Almeida e Marcos Pereira Feitosa; André Pereira Feitosa. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2010.

TORRES, Sonia. Nosotros in USA: literatura, etnografia e geografias de resistência. Rio de Janeiro: Ed. Jorge Zahar, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1981-7169.crioula.2018.143344

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.