Notícias

Edição Atual

n. 22 (2018): Espaços em movimento: as literaturas de língua portuguesa em contextos de crise política

"Esse é tempo de partido,
tempo de homens partidos."
Nosso tempo - Carlos Drummond de Andrade

Os espaços identificados com a língua portuguesa vivem contextos políticos distintos entre si, tanto em suas trajetórias históricas quanto em seus contextos atuais. Quando nos deparamos com o conceito de democracia (poder do povo), é fundamental refletir sobre as condições em que determinado sistema de poder se desenvolve. As movimentações sociais pelas quais passamos atualmente ameaçam os direitos humanos e identificam, em todo o mundo, uma crise democrática com raízes históricas diversas; em cada nação ela apresenta questões singulares que são abarcadas pela sociedade em suas mais diversas manifestações. A literatura, portanto, pode surgir como aspecto de resistência e reflexão, percorrendo espaços, tempos e sujeitos que vivenciam ou já atravessaram as mais diversas crises democráticas. O dossiê "Espaços em movimento: as literaturas de língua portuguesa em contextos de crise política" nomeia a edição número 22 da Revista Crioula e pretende oferecer a possibilidade de diálogo entre literatura e política, uma relação de linguagem disposta a entender e atuar na dinâmica dos espaços onde vivemos.

Publicado: 2018-12-30

Edição completa

Editorial

Dossiê: Espaços em movimento (ENTREVISTAS)

Resenhas

Poesias, contos e outras prosas

Ver Todas as Edições