Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Caros colegas pós-graduandos e professores,

O objetivo da Desassossego, revista do programa de Pós-Graduação em Literatura Portuguesa da Universidade de São Paulo (FFLCH/USP), é divulgar a produção acadêmica inédita (artigos, entrevistas e resenhas) de pós-graduandos e professores, relacionada a temas portugueses, ainda que os autores pertençam a outras áreas de atuação.

A revista também aceita textos literários inéditos, em prosa ou verso, de alunos matriculados em quaisquer programas de pós-graduação ou professores universitários.

 

Políticas de Seção

Vária

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ficção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Poesia

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Entrevistas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

As submissões podem ser feitas em fluxo contínuo, observando as duas datas de fechamento especificadas no item "Próximas edições". Todos os textos submetidos devem ser escritos em língua portuguesa.

Os artigos serão avaliados por dois pareceristas ad hoc pelo sistema de duplo cego (avaliação por pares cega). Em caso de conflito de avaliações, um terceiro parecerista será convocado. Os demais textos serão avaliados pelos alunos de pós-graduação que fazem parte do comitê editorial da revista.

Os textos críticos serão: indicados para publicação (seguindo os conceitos A, B e C), indicados para reformulação ou não indicados. Os editores reservam-se o direito de selecionar os textos para publicação conforme critérios de relevância da CAPES.

Os artigos são avaliados segundo os seguintes critérios:

1. Uso adequado da língua portuguesa, de forma clara e sem ambiguidades;

2. Coerência na articulação de conceitos teóricos;

3. Utilização apropriada das referências bibliográficas;

4. Apresentação clara dos objetivos e métodos;

5. Originalidade e relevância do assunto tratado.

 

OBS: Devido ao grande volume de artigos que temos recebido, a avaliação pode ocorrer em até um ano da data de recebimento; quando aprovados, podem ser publicados no número corrente ou no próximo. Artigos cujo parecer foi restritivo passam automaticamente para o número seguinte para a devida verificação das mudanças solicitadas.

 

 

Periodicidade

A Desassossego é uma revista semestral.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Próximas Edições

Chamada Revista Desassossego números 17, 18 e 19 (2017-2018)

Caros pesquisadores,

Temos o prazer de convidá-los a participar das próximas edições da Revista Desassossego (ISSN: 2175-3180 – QUALIS B2), periódico do Programa de Pós-Graduação em Literatura Portuguesa da Universidade de São Paulo – USP, cujos temas explicamos abaixo:

Chamada Desassossego # 17 – O Feminino na Literatura Portuguesa.

Nos últimos tempos, houve um expressivo crescimento na área de estudos de gênero, que tem relido, reinterpretado e reavaliado diversas obras literárias, cinematográficas ou artísticas, por esse viés. Diante da importância desse tipo de estudo para a contemporaneidade, sobretudo, numa altura em que enfrentamos uma forte onda conservadora no Brasil e no Mundo, a Revista Desassossego, para seu 17º número, convida a todos os professores e pesquisadores interessados na literatura e nas artes portuguesas a submeterem artigos e ensaios que versem sobre as questões do Feminino, em suas mais diversas facetas e vertentes teórico-crítico-metodológicas. Serão bem-vindas contribuições de caráter diverso, voltadas, por exemplo, a questões de representação, representatividade, recepção, autoria, teorias de gênero, teoria queer, feminismo(s), etc., de modo a mostrar a importância e a relevância dessas mulheres, sejam personagens, imagens, narradoras, sejam autoras, artistas, poetas, que povoam a literatura e as artes portuguesas. Artigos que versem sobre outras questões, desde que dialoguem com a proposta do número, também serão muito bem-vindos.

PRAZO PARA ENTREGA: Os artigos, resenhas, entrevistas, textos ficcionais e poéticos para este número serão recebidos impreterivelmente até 30 de abril de 2017. A publicação está prevista para julho de 2017.

Devido ao imenso volume de artigos recebidos este dossiê será dividido em dois, a serem publicados respectivamente no primeiro semestre de 2017 (n. 17) e no segundo semestre de 2017 (n. 18).

_________________________________________________

Revista Desassossego n. 19 – O Imaginário Animal na Literatura Portuguesa

Desde a Antiguidade, os animais, reais ou imaginários, estão bastante presentes na Literatura e nas Artes, seja em fábulas, nas quais são personagens que representam seres humanos no intuito de ensinar uma moral ao leitor, seja em imagens ou alegorias, seja em símbolos utilizados para ilustrar ou evocar uma característica através de metáfora, comparação ou metonímia, seja enquanto personagens e protagonistas. Diante da dificuldade de entender este outro, ao mesmo tempo tão semelhante e tão diferente de nós mesmos, a humanidade o encara ora com fascínio e admiração, ora com pavor e repulsa, ora com devoção. Com todas as controvérsias, conforme cada ideologia e cultura, podem ser vistos como amigos, deuses, comida, entretenimento, praga, caça, companhia ou, simplesmente, como iguais a nós, mas, de alguma forma, os animais estão sempre presentes em nossas vidas, e, por consequência em nossa arte, suscitando preocupações e questionamentos. Nesse sentido, para seu 18º número, a Revista Desassossego convida a todos os professores e pesquisadores interessados na literatura e nas artes portuguesas a submeterem artigos e ensaios que versem sobre as questões do Imaginário Animal, em suas mais diversas facetas e vertentes teórico-crítico-metodológicas. Serão bem-vindas contribuições de caráter diverso, voltadas, por exemplo, a questões de representação animal, zoopoética, zooliteratura, biopoética, biopolítica, bestiários, simbologias, heráldica, animalidades, etc., concernentes a animais reais, mitológicos, monstros fantásticos, seres híbridos e toda sorte de outras criaturas presentes no imaginário artístico português, tendo em vista os desafios de se trabalhar no limite entre o animal e o humano. Artigos que versem sobre outras questões, desde que dialoguem com a proposta do número, também serão muito bem-vindos.

Vale lembrar que a Revista Desassossego publica EXCLUSIVAMENTE textos que se debrucem sobre a literatura e/ou arte e/ou cultura portuguesa. Artigos em perspectiva comparada serão aceitos, desde que ao menos um dos objetos principais de análise seja português.

PRAZO PARA ENTREGA: Os artigos, resenhas, entrevistas, textos ficcionais e poéticos para este número serão recebidos impreterivelmente até 30 de outubro de 2017. A publicação está prevista para junho de 2018.

_________________________________________________

Ressaltamos que todos os textos devem ser enviados no formato Word (ou similar executável em Office) e de acordo com as normas de publicação da revista (disponíveis em: http://revistas.usp.br/desassossego/about/submissions#onlineSubmissions) e devem ser submetidos pelo site (é necessário o cadastro do usuário). Os artigos serão avaliados pelo sistema de duplo cego (double blind review). Os que não obedecerem às normas serão devolvidos. Quaisquer dúvidas, basta entrar em contato através do e-mail desassossego@usp.br.

Lembramos ainda que, por determinação da CAPES, a revista exige dos autores vínculo ativo com programa de pós-graduação para mestrandos, doutorandos e pós-doutorandos, ser egresso de até três anos, ou ser professor universitário. 

Atenciosamente,
Os editores,
Bruno Anselmi Matangrano, Joana Souto Araújo e Leonardo de Barros Sasaki.

 

Qualis Capes

Área de Avaliação:

QUALIS B2 em Letras/Linguística.

QUALIS B3 em História.

Para consultar os indicarores Qualis acesse o site: 
https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/veiculoPublicacaoQualis/listaConsultaGeralPeriodicos.jsf