MIURA, AQUELE QUE DÁ A VIDA, OU O DESVENDAR DA NOSSA ANIMALIDADE

  • Marco Silva
Palavras-chave: Literatura portuguesa, Miguel Torga, Herberto Helder, animalidade, alteridade

Resumo

Unidas pela presença simbólica de um touro e pelas relações diretas e íntimas que esse animal desenvolve perante o ser humano, os contos «Miura», de Miguel Torga, e «Aquele que dá a vida», de Herberto Helder, instauram uma espécie de entrelaçamento que nos permite ter a percepção da animalidade que habita no ser humano, uma característica que foi sendo esquecida pelo sentimento de valorização do antropocentrismo e da racionalidade. Neste sentido, assiste-se, em ambas as narrativas, a um desvendar dessa animalidade que corresponde a um exercício de alteridade. O nosso objetivo aqui passa justamente por atestar esta realidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, Carlos Drummond de. Poesia e prosa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1979.

CHEVALIER, Jean e GHEERBRANT, Alain. Dicionário dos símbolos. Lisboa: Teorema, 1994.

CLARK, Timothy. The Cambridge introduction to literature and the environment. Cambridge: Cambridge University Press, 2011.

DELEUZE, Gilles e GUATTARI, Félix. Capitalisme et schizophrénie. Mille Plateaux. Paris: Les Éditions de Minuit, 1980.

DERRIDA, Jaques. O animal que logo sou. São Paulo: UNESP, 2002.

FOUCAULT, Michel. História da loucura. 8.ª ed., São Paulo: Perspectiva, 2005.

GARRARD, Greg. Ecocriticism. 2.ª ed., London: Routledge, 2012.

HELDER, Heberto. Os passos em volta. 8.ª ed., Lisboa: Assírio & Alvim, 2001.

MACIEL, Maria Esther. Poéticas do animal. In: _________ (Org.). Pensar/escrever o animal: ensaios de zoopoética e biopolítica. Florianópolis: Editora da UFSC, 2011, p. 85-101.

NUNES, Benedito. O animal e o primitivo: os Outros da nossa cultura. In: MACIEL, Maria Ester (Org). Pensar/ escrever o animal: ensaios de zoopoética e biopolítica. Florianópolis: Editora da UFSC, 2011, p. 13-22.

ORTEGA Y GASSET, José. Sobre a caça e os touros. Lisboa: Cotovia, 1989.

SOPER, Kate. The beast in literature: some initial thoughts. Comparative critical studies, 2/3, 2005, p. 303-309.

TORGA, Miguel. Bichos. 19.ª ed., Coimbra: Edição de autor, 1995.

Publicado
2018-06-30
Como Citar
Silva, M. (2018). MIURA, AQUELE QUE DÁ A VIDA, OU O DESVENDAR DA NOSSA ANIMALIDADE. Revista Desassossego, 10(19), 92-102. https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v10i19p92-102