PEIXES E HOMENS: O PESCAR ALEGÓRICO DE ANTÓNIO VIEIRA

  • Saulo Gomes Thimóteo Universidade Federal da Fronteira Sul
Palavras-chave: António Vieira, Sermão de Santo António, Imagem do peixe, Alegoria

Resumo

Há, na obra de António Vieira, um movimento contínuo entre figuras, vindas não somente da Bíblia ou da vida dos santos, mas também de elementos da natureza e da sociedade. Isso se torna visível, por exemplo, no “Sermão de Santo António”, escrito em 1654, no qual a figura do santo se conecta a uma variedade de peixes. Cada um deles é evocado por Vieira como uma parte que forma uma rede de metáforas, construindo, por fim, uma pesca destinada aos homens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 1989.

HANSEN, João Adolfo. Alegoria: construção e interpretação da metáfora. São Paulo: Atual, 1986.

____________. “Agudezas seiscentistas”. Revista Letras: Literatura e pensamento entre o final da Renascença, o Barroco e a Idade Clássica, Santa Maria, n. 24, p. 57-72, 2002.

HOCKE, Gustav René. Maneirismo na literatura. Trad.: Fernando de Moraes Barros. São Paulo: Perspectiva, 2011.

LAUSBERG, Heinrich. Elementos de retórica literária. Trad.: R. M. Rosado Fernandes. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2011.

SARAIVA, António José. O discurso engenhoso. São Paulo: Perspectiva, 1980.

TOBIAS. In: BÍBLIA Sagrada. São Paulo: Paulinas, 1977. Cap. 6, vers. 1-9, p. 487.

VIEIRA, António. Sermões Hagiográficos I. São Paulo: Edições Loyola, 2015. Obras Completas: t. II, v. X.

Publicado
2018-06-30
Como Citar
Thimóteo, S. (2018). PEIXES E HOMENS: O PESCAR ALEGÓRICO DE ANTÓNIO VIEIRA. Revista Desassossego, 10(19), 6-25. https://doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v10i19p6-25