Portal da USP Portal da USP Portal da USP

UMA FORMA QUALQUER DE SILÊNCIO: RECUSA E EMPENHO NA OBRA DE ALBERTO PIMENTA

Carolina Anglada de Rezende

Resumo


O presente artigo objetiva estabelecer um paradigma do silêncio na obra do artista português contemporâneo Alberto Pimenta e detalhar as possibilidades elocutórias que do vazio, da interrupção e da morte podem decorrer. Para isso, são focalizadas experiências poéticas, ensaísticas, performances e happenings realizadas ao longo dos 50 anos de carreira de um artista que insurgiu a partir da Poesia Experimental e hoje permanece como uma provocação à crítica. 


Palavras-chave


performance; silêncio; Alberto Pimenta

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. Homo Sacer: o poder soberano e a vida nua I. Trad. Henrique Burigo. 2 ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012a.

BLANCHOT, Maurice. “Literatura e o direito à morte”. A parte do fogo. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.

PERVE GALERIA. Alberto Pimenta – registro(s) de viver. Lisboa: 2014. 44 pgs. Catálogo de exposição. Disponível em: http://www.pervegaleria.eu/home/images/stories/perve/Expos_2014/AlbertoPimenta/AP-Catalog.pdf. Acesso em: 06 de abril, 2015.

PIMENTA, Alberto. A encomenda do silêncio. São Paulo: Odradek Editorial, 2004.

PIMENTA, Alberto. Indulgência Plenária. Lisboa: & etc, 2007.

PIMENTA, Alberto. O silêncio dos poetas. Lisboa: A Regra do Jogo Edições, 1978.

PINHO, Juliana. O Elo Pe(r)dido. Revista Performatus. Ano 1, n. 2., 2013. Disponível em: http://performatus.net/wp-content/uploads/2012/12/O-elo-perdido-%C2%AB-Performatus.pdf. Acesso em: 03 de abril, 2015.

RIVERA, Tania. O avesso do imaginário: Arte contemporânea e psicanálise. São Paulo: Cosac Naify, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2175-3180.v7i13p69-78

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2015 Revista Desassossego