Bataille: condição humana e literatura

  • Rita Paiva Universidade Federal de São Paulo
Palavras-chave: Filosofia, Homem, Literatura, Descontinuidade, Criação.

Resumo

Este artigo procura explorar o modo pelo qual, segundo Georges Bataille, o humano garantiu sua persistência ao submeter-se à tensão entre a transgressão e o interdito e ao esquivar-se da sujeição plena à violência e ao desejo de aniquilamento. Em seguida, visa destacar o modo pelo qual a criação artística e o ato literário constituem atividades que nos possibilitam uma realização oblíqua e indireta deste desejo que subsiste e pulsa intensamente em nós. Sob a perspectiva deste autor, a arte e a literatura vêm ao encontro do nosso mais profundo anseio de felicidade:  a superação das identidades fixas, a fusão com o ilimitado.  

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-09
Como Citar
Paiva, R. (2017). Bataille: condição humana e literatura. Discurso, 47(2), 107-126. https://doi.org/10.11606/issn.2318-8863.discurso.2017.141435
Seção
Artigos