A concepção de ética no utilitarismo de John Stuart Mill

Autores

  • Maria Cristina Longo Cardoso Dias

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-8863.discurso.2014.89097

Palavras-chave:

Ética, Utilitarismo, Stuart Mill, Princípios secundários, Indivíduo.

Resumo

O objetivo deste artigo é traçar um panorama geral da ética no Utilitarismo de John Stuart Mill, a partir da identificação do seu modelo de indivíduo complexo (com tese e sub-teses da tese hedonista) que permite, notoriamente, a construção de uma moralidade abrangente com um amplo número de regras morais (ou princípios secundários da ação) cujo fundamento é o princípio de utilidade. Pretende-se ainda dividir os tipos de regras morais, possíveis neste sistema de pensamento, para além do princípio de utilidade, e verificar qual sua articulação com as máximas da liberdade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-19

Como Citar

Dias, M. C. L. C. (2014). A concepção de ética no utilitarismo de John Stuart Mill. Discurso, 1(44), 235-260. https://doi.org/10.11606/issn.2318-8863.discurso.2014.89097

Edição

Seção

Artigos