Extrativismo vegetal ou plantio: qual a opção para a Amazônia?

  • Alfredo Kingo Oyama Homma
Palavras-chave: Extrativismo vegetal, Amazônia, Teoria extrativa, Desenvolvimento rural

Resumo

O crescimento do mercado de produtos extrativos tem conduzido a domesticação de plantas e a descoberta de substitutos sintéticos. Outras variáveis como o crescimento populacional, a mudança nos preços relativos, a baixa produtividade da terra e da mão de obra da atividade extrativa conflitam com o aumento dos níveis salariais afetando a sustentabilidade em médio e longo prazos. A criação de mercados verdes e de certificação pode prolongar a existência da economia extrativa, mas fatalmente terá dificuldades de sua manutenção no longo prazo, com o crescimento do mercado. A insistência na manutenção do extrativismo leva a prejuízos para os produtores e consumidores.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-01-01
Como Citar
Homma, A. (2012). Extrativismo vegetal ou plantio: qual a opção para a Amazônia?. Estudos Avançados, 26(74), 167-186. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/eav/article/view/10631
Seção
Dossiê Sustentabilidade