Interação entre a vegetação e a atmosfera para formação de nuvens e chuva na Amazônia: uma revisão

  • João Paulo Nardin Tavares
Palavras-chave: Compostos orgânicos voláteis, Nuvens, Precipitação

Resumo

Vários estudos para identificar as emissões de Compostos Orgânicos Voláteis (COV) na Amazônia sugerem que a atmosfera sobre a floresta, livre de poluentes, possui baixas concentrações de Núcleos de Condensação de Nuvens (NCN), concentrações típicas da atmosfera marítima. Em tais condições, as propriedades microfísicas das nuvens são mais sensíveis ao acréscimo de NCN. Na Amazônia, a fonte primária biogênica é a própria vegetação da floresta. Então, um aumento nas emissões de NCN por atividades antropogênicas pode ter um forte impacto no clima local. Esses resultados são discutidos neste trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-01-01
Como Citar
Tavares, J. (2012). Interação entre a vegetação e a atmosfera para formação de nuvens e chuva na Amazônia: uma revisão. Estudos Avançados, 26(74), 219-228. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/eav/article/view/10634
Seção
Clima