O rio, a inundação e a cidade A várzea do Tietê como situação crítica

  • Nelson Brissac Peixoto Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia
Palavras-chave: Situações críticas, Não equilíbrio, Rio, Cidade, Inundações

Resumo

As metrópoles brasileiras estão passando por grandes transformações. As periferias se converteram em situações críticas, onde conflitam diferentes políticas públicas, assentamentos de moradia precária e sistemas ambientais desconfigurados. As várzeas dos rios, como o Tietê na zona leste de São Paulo, são paradigmáticas das condições de não equilíbrio, exigindo repensar os fenômenos extremos que afetam a paisagem urbana: as chuvas torrenciais, as inundações; desenvolver estratégias sociais e instrumentos técnicos para lidar com as instabilidades; recolocar as relações entre o rio e a cidade, integrando os dispositivos de contenção de enchentes e o meio ambiente, em outras bases conceituais e operacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-01
Como Citar
Peixoto, N. (2017). O rio, a inundação e a cidade A várzea do Tietê como situação crítica. Estudos Avançados, 31(91), 157-170. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/eav/article/view/141911
Seção
Urbanismo, sociedade e cultura