Democracia participativa e experimentalismo democrático em tempos sombrios

  • Murilo Gaspardo Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"; Faculdade de Ciências Humanas e Sociais
Palavras-chave: Democracia participativa, Experimentalismo democrático, Legitimidade, Inovação institucional

Resumo

O debate a propósito da crise de legitimidade da democracia representativa ganhou novos contornos diante dos tempos sombrios que caracterizam a política nacional e internacional contemporânea. Diante disso, são comuns propostas de mudanças no sistema partidário-eleitoral e, no campo progressista, a defesa de reformas mais radicais a partir do modelo de "democracia participativa". Embora no âmbito normativo tal modelo conserve sua relevância, há fortes indícios de que perdeu força política. A partir dessas premissas, revisitamos a construção desse modelo como alternativa ao liberal-elitista, suas principais características e dificuldades de concretização de seus objetivos. Em seguida, tomando como referência a ideia de "experimentalismo democrático", procuramos traçar algumas perspectivas para inovações nas instituições participativas que nos ajudem a enfrentar a prostração intelectual e política em que vivemos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-04-01
Como Citar
Gaspardo, M. (2018). Democracia participativa e experimentalismo democrático em tempos sombrios. Estudos Avançados, 32(92), 65-88. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/eav/article/view/146438
Seção
Política