A história da álgebra e o pensamento algébrico

correlações com o ensino

  • Flávio Ulhoa Coelho Universidade de São Paulo. Instituto de Matemática e Estatística
  • Marcia Aguiar Universidade Federal do ABC. Centro de Matemática, Computação e Cognição
Palavras-chave: Ensino de Álgebra, Pensamento algébrico, História da álgebra, Pensamento abstrato

Resumo

O ensino de Álgebra tem se restringido a questões técnicas e operacionais, deixando de lado, muitas vezes, o desenvolvimento de conceitos e do pensamento algébrico. Acreditamos que esse enfoque está por trás das deficiências diagnosticadas em várias pesquisas e avaliações governamentais. Neste texto, apresentamos como os conceitos que foram relevantes para o desenvolvimento da álgebra ao longo dos séculos podem e devem participar do processo de ensino da álgebra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávio Ulhoa Coelho, Universidade de São Paulo. Instituto de Matemática e Estatística

é professor titular do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da Universidade de São Paulo (USP) e pesquisador do Instituto de Estudos Avançados da USP (IEA-USP).

Marcia Aguiar, Universidade Federal do ABC. Centro de Matemática, Computação e Cognição

é professora adjunta do Centro de Matemática, Computação e Cognição (CMCC) da Universidade Federal do ABC (UFABC).

Publicado
2018-12-13
Como Citar
Coelho, F., & Aguiar, M. (2018). A história da álgebra e o pensamento algébrico. Estudos Avançados, 32(94), 171-187. https://doi.org/10.1590/s0103-40142018.3294.0013
Seção
Ensino de ciências