Formação de professores de Química no Brasil e no mundo

  • Carmen Fernandez Universidade de São Paulo. Instituto de Química
Palavras-chave: Ensino de Química, Formação de professores de Química, Conhecimento de professores de Química

Resumo

O texto apresenta um panorama do ensino de Química em vários países, e particularmente foca na formação de professores de Química nesses distintos contextos. Nesse sentido, é apresentada a estrutura básica do sistema educacional dos diferentes países, particularidades da escola como horários de funcionamento e número de alunos por classe etc. Em relação à formação de professores de Química descreve-se em linhas gerais como é feita em cada país em termos de currículo além de aspectos práticos da profissão como valorização social e em que tipo de instituição é feita a formação. Foram tratados os seguintes países: Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá, Estados Unidos, Finlândia e Índia. Há muitas diferenças, mas uma coisa comum entre os países com melhores resultados nas avaliações internacionais recai na atenção e acompanhamento próximo em relação à qualidade da formação de professores, a valorização social e as condições de trabalho nas escolas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carmen Fernandez, Universidade de São Paulo. Instituto de Química

é mestre e doutora em Química e livre-docente na área de Ensino de Química pela Universidade de São Paulo; professora associada do Departamento de Química Fundamental do Instituto de Química da Universidade de São Paulo.

Publicado
2018-12-13
Como Citar
Fernandez, C. (2018). Formação de professores de Química no Brasil e no mundo. Estudos Avançados, 32(94), 205-224. https://doi.org/10.1590/s0103-40142018.3294.0015
Seção
Ensino de ciências