Princípios para o currículo de um curso de Química

  • Flavio Antonio Maximiano Universidade de São Paulo. Instituto de Química
Palavras-chave: Ensino superior, Graduação, Currículo, Ensino de Química

Resumo

O presente artigo descreve a mais recente estrutura curricular do curso de graduação em Química do Instituto de Química da USP. Mostra como a opção institucional pela formação de quadros profissionais para atender as demandas da pesquisa científica, do setor produtivo e da educação básica, aliada às características de um instituto de pesquisa e as experiências curriculares anteriores, levou à determinação de princípios que estruturam e organizam o currículo. Dentre tais princípios destacam-se: liberdade acadêmica do aluno na escolha de sua profissão e na definição de seu percurso formativo; uma base sólida de conhecimentos químicos e incentivo a estudos constantes. Por fim, aponta que uma alteração curricular não deve se resumir a uma mudança da grade de disciplinas. O próximo passo envolve uma mudança de cultura que coloca em foco um aprendizado mais ativo por parte do aluno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flavio Antonio Maximiano, Universidade de São Paulo. Instituto de Química

é doutor em Química pelo Instituto de Química da USP, professor do Departamento de Química Fundamental onde atua na área de Ensino de Química.

Publicado
2018-12-13
Como Citar
Maximiano, F. (2018). Princípios para o currículo de um curso de Química. Estudos Avançados, 32(94), 225-245. https://doi.org/10.1590/s0103-40142018.3294.0016
Seção
Ensino de ciências