Os padrões urbanodemográficos da capital paulista

Palavras-chave: Espaço urbano, Pesquisa, Padrão espaço-temporal, Perfil demográfico, Áreas metropolitanas, São Paulo

Resumo

O trabalho identifica e analisa as características dos setores censitários na capital do estado de São Paulo, Brasil, reunindo-os em agrupamentos mutuamente exclusivos. Desse modo, foram selecionadas variáveis sensíveis a condições e alterações populacionais, ambientais, criminais, habitacionais, de mobilidade e de expansão urbana para separar o território paulistano em parcelas que apresentassem homogeneidade intra-agrupamentos. Cada uma dessas parcelas representa um perfil demográfico e um padrão urbano distintos. Assim, identificando grupos semelhantes (diminuindo a variância intragrupos e maximizando a variância intergrupos), é possível obter um melhor discernimento das singularidades da cidade. Além disso, em uma perspectiva inter e transdisciplinar, este trabalho assinala a possibilidade de adequação tanto de estratégias de amostragem, coleta e estimação estatística como de identificação, descrição, significação e estudo do contexto paulistano.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-09
Como Citar
Nery, M., Souza, A., & Adorno, S. (2019). Os padrões urbanodemográficos da capital paulista. Estudos Avançados, 33(97), 7-36. https://doi.org/10.1590/s0103-4014.2019.3397.002
Seção
USP Cidades Globais