Mais que paródia? Aquela vez e o teatro tardio de Samuel Beckett

Palavras-chave: Samuel Beckett, Drama, Teatro contemporâneo, Paródia

Resumo

O artigo propõe um debate a respeito do teatro tardio de Samuel Beckett a partir do conceito de paródia, tal como utilizado por Theodor W. Adorno e Hans-Thies Lehmann para pensar tanto a crise do drama quanto as possibilidades de sua superação. Nesse contexto, a peça Aquela vez é analisada como um caso singular de seu teatro tardio. As relações entre memória e narrativa na experiência individual, tais como propostas pelo texto beckettiano, são examinadas à luz do emprego da voz em off como recurso de encenação. Com base nesses elementos, o artigo discute a pertinência do conceito de paródia para o teatro tardio de Beckett.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-07-07
Como Citar
Gatti, L. (2020). Mais que paródia? Aquela vez e o teatro tardio de Samuel Beckett. Estudos Avançados, 34(98), 219-230. https://doi.org/10.1590/s0103-4014.2020.3498.014
Seção
Cultura