Análise sistêmica do município de São Paulo e suas implicações para o avanço dos casos de Covid-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/s0103-4014.2020.3499.010

Palavras-chave:

Covid-19, Gestão sistêmica, São Paulo, Políticas públicas

Resumo

No primeiro semestre de 2020 a cidade de São Paulo foi assolada pela pandemia da Covid-19. Como uma Cidade Global, São Paulo acabou se tornando o epicentro da pandemia no Brasil. Sendo uma metrópole com alto nível de desigualdade, São Paulo acabou salientando as vulnerabilidades a ela relacionadas. Neste trabalho, aplicamos a ferramenta sistêmica BioNetStat aos dados censitários do município de São Paulo. Baseamo-nos em trabalho prévio de Nery et al. (2019) que distinguiu oito padrões urbanos. Primeiro mostramos que as análises sistêmicas demonstram que diferentes conjuntos de fatores caracterizam cada um dos padrões urbanos. Mostramos que existem vantagens na análise conjunta de fatores para estudo da estrutura da cidade de São Paulo. Numa segunda análise, aplicamos a abordagem sistêmica com a inclusão de casos e óbitos de Covid-19. Os resultados mostraram que a pandemia levou a uma maior letalidade em regiões com padrão urbano coincidente com baixos níveis de educação e renda, maior número de viagens ao trabalho e com falhas no abastecimento de água. Concluímos que para lidar com a vulnerabilidade de São Paulo a situações extremas – como a pandemia da Covid-19 – políticas públicas sistêmicas deveriam ser utilizadas. Sugerimos que talvez seja o momento de adaptar a gestão urbana aos padrões urbanos ao invés da tradicional abordagem político administrativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vinicius Carvalho Jardim, Universidade de São Paulo. Instituto de Matemática e Estatística

Vinícius Carvalho Jardim é biólogo e doutorando do Programa de Bioinformática, Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo. Desenvolveu o software BioNetStat durante seu mestrado. @ – viniciusjc@gmail.com / http://orcid.org/0000-0001-5816-5340.

Marcos Silveira Buckeridge, Universidade de São Paulo. Instituto de Biociências

Marcos Silveira Buckeridge é professor titular do Instituto de Biociências e Coordenador do Programa USP-Cidades Globais do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo. @ – msbuck@usp.br / http://orcid.org/0000-0002-5455-8136.

Downloads

Publicado

2020-08-07

Como Citar

Jardim, V. C., & Buckeridge, M. S. (2020). Análise sistêmica do município de São Paulo e suas implicações para o avanço dos casos de Covid-19. Estudos Avançados, 34(99), 157-174. https://doi.org/10.1590/s0103-4014.2020.3499.010

Edição

Seção

Pandemia pela Covid-19