Novas e velhas barreiras à escolarização da juventude

Autores

Palavras-chave:

Ensino médio, Ensino superior, Gênero, Raça, Sociologia da juventude

Resumo

As transformações pelas quais a educação brasileira passou nas últimas três décadas alteraram os cenários sociais e institucionais para a escolarização da juventude, possibilitando a massificação do Ensino Médio e o surgimento de um número significativo de jovens que representam a primeira geração de suas famílias a chegar aos bancos universitários. No entanto, resta perguntar se as desigualdades educacionais entre os jovens foram eliminadas, minimizadas, acentuadas ou reconfiguradas para novas formas de estratificação educacional. Ainda hoje, o Ensino Médio se perpetua como um filtro à conclusão da educação básica? Ou, ao contrário, a continuidade dos estudos esbarra sobretudo no gargalo de acesso ao Ensino Superior? Este texto procura refletir sobre as novas e velhas barreiras à escolarização da juventude que têm se apresentado no Brasil entre os anos 1990 e a década vigente, abordando recortes socioeconômicos, raciais e de gênero.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriano Souza Senkevics, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)

Adriano Souza Senkevics é pesquisador do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mestre e doutorando em Educação pela Universidade de São Paulo (USP) com intercâmbio na Universidade de Toronto (UT). @ – adriano.senkevics@usp.br / http://orcid.org/0000-0003-2311-1072

Marília Pinto de Carvalho, Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação

Marília Pinto de Carvalho é professora associada sênior na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP). Publicou os livros No Coração da Sala de Aula (Xamã/Fapesp, 1999) e Avaliação escolar, gênero e raça (Papirus, 2009). @ – mariliac@usp.br / http://orcid.org/0000-0003-1029-4084.

Downloads

Publicado

2020-08-09

Como Citar

Senkevics, A. S., & Carvalho, M. P. de. (2020). Novas e velhas barreiras à escolarização da juventude. Estudos Avançados, 34(99), 333-351. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/eav/article/view/173437

Edição

Seção

Retrato da Juventude