Espaço e etnia

  • Gerd Kohlhepp Universidade de Tubingen; Instituto Geográfico

Resumo

Suábios do Danúbio no Brasil. Processos de desenvolvimento dos espaços social e econômico da colônia de refugiados Entre Rios no Paraná. Desde a sua imigração no Paraná em 1951/52 os agricultores suábios do Suábio fazem parte dos inovadores agropecuários mais consideráveis nos campos limpos do sul do Brasil, apesar de um constante processo de concentração fundiária e, em conseqüência disto, de uma crescente diferenciação social, foram as atividades eficazes da cooperativa agrícola de aquisição de novas terras, de uma reforma agrária interna, de consolidação da estrutura dos estabelecimentos agrícolas e de estabilização da colônia central, que garantiram a preservação dos suábios do Danúbio como grupo étnico-social. Depois de passar pelos " booms" do arroz, do trigo e da soja hoje se procura alcançar uma rotação de culturas equilibrada, com alternativas específicas para a região nas semeadas de inverno, onde especialmente a cevada (destinada à fabricação de cerveja) desenvolve uma função inovadora e difusora, marcada pelas atividades dos suábios do Danúbio, a transformação estrutural dos espaços agrário e social nos Campos de Guarapuava, com seus efeitos de irradiação regional e de integração no processo de modernização da agricultura brasileira, é acompanhada de sforços de integração sociocultural. Mesmo com isto Entre Rios, a única colônia coesa de suábios do Danúbio do ultramar, preservou a sua identidade étnico-social.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1991-04-01
Como Citar
Kohlhepp, G. (1991). Espaço e etnia . Estudos Avançados, 5(11), 109-142. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/eav/article/view/8599
Seção
Artigos Assinados