Globalização: novo paradigma das ciências sociais

  • Octavio Ianni Universidade de Campinas; Filosofía e Ciencias Humanas; Departamento de Sociologia

Resumo

As ciências sociais estão sendo desafiadas a pensar a globalização do mundo. No fim do século XX, quando se anuncia o XXI, elas se defrontam com os dilemas que se abrem com a globalização das coisas, gentes e idéias. Há processos e estruturas sociais, econômicos, políticos, culturais e outros que apenas começam a ser estudados. Além do que é local, nacional e regional, colocam-se problemas novos e fundamentais com a emergência da sociedade global. As fronteiras geográficas e históricas, culturais e civilizatórias parecem modificar-se em direções e formas surpreendentes. Indivíduo, grupo, classe, coletividade e povo são colocados diante de outros horizontes. O próprio pensamento científico é desafiado a elaborar conceitos e interpretações para dar conta de realidades pouco conhecidas. As teorias da globalização, que começam a ser esboçadas, revelam o empenho das ciências sociais em explicar o que há de novo no que vai pelo mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1994-08-01
Como Citar
Ianni, O. (1994). Globalização: novo paradigma das ciências sociais . Estudos Avançados, 8(21), 147-163. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/eav/article/view/9666
Seção
Textos