Mudança na distribuição de renda brasileira: significância estatística e bem-estar econômico

Autores

  • Erik Alencar de Figueiredo Universidade Federal da Paraíba; Programa de Pós-Graduação em Economia
  • Flávio Augusto Ziegelmann Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Departamento de Estatística; Programa de Pós-Graduação em Economia

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502009000200004

Resumo

Este estudo busca verificar a significância estatística da mudança na distribuição de renda brasileira no período de 1987 a 2005. Para tanto, adotou-se uma série de instrumentais estatísticos, destacando-se o cálculo dos desvios padrões das medidas de desigualdade, o teste de Kolmogorov-Smirnov, as estimativas das densidades não-paramétricas via suavização por kernels e bootstrap e as dominâncias estocásticas de primeira e segunda ordens. Os resultados apontam para uma alteração significativa no padrão distributivo. Por fim, conclui-se que as mudanças na distribuição de renda são condizentes comum maior nível de bem-estar econômico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-06-01

Como Citar

Figueiredo, E. A. de, & Ziegelmann, F. A. (2009). Mudança na distribuição de renda brasileira: significância estatística e bem-estar econômico. Economia Aplicada, 13(2), 257-277. https://doi.org/10.1590/S1413-80502009000200004

Edição

Seção

Artigos