Há desigualdade de poder entre os estados e regiões do Brasil? Uma abordagem utilizando o índice de poder de Banzhaf e a Penrose Square Root Law

Autores

  • Ana Carolina da Cruz Lima CEDEPLAR/UFMG
  • Francisco de Sousa Ramos PIMES; Departamento de Economia

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1413-80502010000200007

Palavras-chave:

Distribuição regional de recursos, Desigualdades regionais, Índice de Poder de Banzhaf, Lei de Penrose

Resumo

No Brasil sempre se discute sobre o número de representantes na Câmara Federal, com indicações de sub ou sobre-representatividade. Esta discussão tem valor político e econômico, pois uma parcela dos recursos públicos é definida nesta instância, sendo influenciada pelo efetivo poder estadual, que pode ser mensurado pelo índice de Banzhaf. Uma proposta, sugerida por Penrose, é analisada para as UF's e regiões brasileiras. A aplicação mostra que, tanto para o atual sistema quanto para o proposto, a região Sudeste é a mais favorecida. Em relação aos Estados, os mais desenvolvidos e populosos possuem maior poder de voto em ambas situações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-06-01

Como Citar

Lima, A. C. da C., & Ramos, F. de S. (2010). Há desigualdade de poder entre os estados e regiões do Brasil? Uma abordagem utilizando o índice de poder de Banzhaf e a Penrose Square Root Law. Economia Aplicada, 14(2), 225-249. https://doi.org/10.1590/S1413-80502010000200007

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)