Economias de escala e escopo na previdência complementar fechada brasileira

Autores

  • Marcelo Abi-Ramia Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada —IPEA
  • Rogério Boueri Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada —IPEA
  • Adolfo Sachsida Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada —IPEA

DOI:

https://doi.org/10.1590/1413-8050/ea132623

Palavras-chave:

Economias de Escala, Previdência Complementar, Eficiência.

Resumo

Este trabalho identifica a existência de economias de escala e escopo na previdência complementar fechada brasileira por meio da realização de um conjunto de testes quantitativos realizados sobre a base de dados administrativos disponibilizada peloMinistério da Previdência Social. Serão apresentados a revisão da literatura internacional, as estatísticas descritivas da base de dados, o modelo teórico para existência de economias de escala em previdência complementar fechada, os métodos quantitativos aplicados, seus respectivos resultados e uma seção com implicações normativas. Os resultados econométricos apontam para a existência de economias de escala na previdência complementar fechada brasileira mais expressiva que na literatura internacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-09-19

Como Citar

Abi-Ramia, M., Boueri, R., & Sachsida, A. (2015). Economias de escala e escopo na previdência complementar fechada brasileira. Economia Aplicada, 19(3), 481-505. https://doi.org/10.1590/1413-8050/ea132623

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)